Humberto Coutinho destaca importância da exploração do gás natural

flaviohumbertogasO presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Humberto Coutinho (PDT), participou ao lado do governador Flávio Dino (PCdoB), na noite desta segunda-feira (13), no Hotel Luzeiros, da solenidade que celebrou a declaração de comercialidade da descoberta de gás natural do Sudeste de Bom Jesus, município de Lima Campos (MA), na Bacia terrestre do Parnaíba.

O evento contou a presença do deputado federal José Reinaldo Tavares (PSB), dos deputados estaduais Rafael Leitoa (PDT) e Paulo Neto (PDT), secretários de Estado, do prefeito de Lima Campos e executivos da empresa Parnaíba Gás Natural, que explora o combustível no Maranhão.

O Plano de produção foi apresentado ao Governo do Estado e a autoridades maranhenses pela empresa Parnaíba Gás Natural,  pioneira no país a transformar gás em energia elétrica e que será a responsável pela exploração do combustível em Lima Campos.

“Ao garantir o cumprimento de nossa meta de produção para julho de 2016, estamos contribuindo para a segurança energética do País, uma vez que o gás produzido pela Parnaíba Gás Natural é utilizado na geração de energia elétrica”, acrescentou Pedro Zinner, presidente da Parnaíba Gás Natural.

O início da produção de gás natural no sudeste de Bom Jesus, povoado do município de Lima Campos, está previsto para começar no primeiro semestre de 2016. O campo de exploração  tem volume estimado de gás in place de mais de 1 bilhão de metros cúbicos.

A expectativa é que o investimento impulsione o desenvolvimento energético e econômico do Maranhão.

HUMBERTO DESTACA

Após ouvir as explanações, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Humberto Coutinho, destacou a importância do investimento. “Esse é um passo muito importante para o desenvolvimento do nosso estado. Nosso gás natural vem, em sua maioria, da Bolívia e o Maranhão, com essa riqueza que dispõe, irá trazer geração de renda e mais desenvolvimento, além de contribuir com a matriz energética do nosso País”, afirmou.

Para o governador Flávio Dino, a exploração de gás natural vai favorecer o desenvolvimento energético e econômico do estado. “Isso é algo que interessa a todo País, que é ampliar a geração de energia para que haja desenvolvimento. No caso maranhense,  isso se traduz por  mais esse investimento, mais esse êxito de uma empresa que é parceira do governo brasileiro. O Maranhão, claro, vê isso com muito otimismo, seja porque ajudará a matriz energética brasileira, seja porque alimenta o nosso objetivo de mais adiante podermos dispor de gás para, inclusive, termos um gasoduto que aumente a industrialização no nosso estado”,  disse o governador.

Segundo Flávio, “este é um passo a mais para que o Brasil tenha autosuficiência de energia e o Maranhão dando sua contribuição, melhorando as oportunidades de negócios para empresas maranhenses e também a geração de emprego e de arrecadação tributária”.

De acordo com o Plano de Desenvolvimento, o gás serpa escoado para o campo de Gavião Branco, também na Bacia do Parnaíba, através de um gasoduto de 11,5 km. De lá, o gás seguirá para a Unidade de Tratamento de Gás (UTG) por outro gasoduto, de 40 km de extensão.

Esta é a primeira declaração de comercialidade da Parnaíba Gás Natural.

A empresa pretender aumentar em 70% sua capacidade de produção de gás. Hoje ela produz em média 4,9 milhões de metros cúbicos por dia, o que equivale a 30 mil barris de petróleo diariamente.  A meta é atingir o patamar de 8,4 milhões de metros cúbicos diariamente.

Segundo o prefeito de Lima Campos, Jailson Fausto, cidade com 12 mil habitantes, a expectativa é que a produção de gás natural, traga  progresso e geração de renda ao município.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *