Investigada por corrupção e propina, Roseana Sarney quer ser prefeita de SL

roseana

Mesmo sob suspeita de corrupção e lavagem de dinheiro revelados no âmbito da Operação Lava Jato, a ex-governadora Roseana Sarney (PMDB) quer disputar a Prefeitura de São Luís. No jornal de propriedade da família dela, “O Estado do Maranhão”, Roseana apareceu em pesquisa de intenção de votos com 15%.

O levantamento foi feito pela Escutec, instituto utilizado em todas as eleições pelo grupo político da família Sarney e cujo dono tem reconhecida relação de amizade com Fernando Sarney, irmão da ex-governadora.

Em 2010, os dados do instituto para a disputa eleitoral de governador publicados no jornal da família em relação a São Luís chegaram a ser contestados em outros veículos da imprensa local. Roseana aparecia com 45,4% das intenções, embora na capital o grupo sempre tenha sofrido uma rejeição do eleitorado.

A tentativa de vôo às urnas ocorre depois do último ato político da peemedebista ter sido a renúncia ao cargo de governadora em dezembro do ano passado, antecipando o encerramento do mandato.

Após deixar o cargo, Roseana viajou imediatamente ao exterior, no mesmo período eclodiram as denúncias da Operação Lava Jato com a delação premiada concedida ao doleiro Alberto Youssef e ao ex-diretor de Abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa. Ela prestou depoimento ontem sobre o caso, na sede da Polícia federal em Brasília.

No início deste mês, o ex-diretor da Petrobras reafirmou a denúncia registrada na delação premiada informando que foi procurado pelo ex-ministro Edison Lobão para o pagamento de uma quantia de R$ 2 milhões para as campanhas de Roseana e Lobão em 2010.

“Eu fui numa reunião com o ministro Edison Lobão, ele me pediu recursos para ele e para a governadora Roseana Sarney, na época governadora”, disse.

Além das investigações da Lava Jato, o PMDB maranhense enfrenta um processo de implosão, com a desfiliação de membros mais antigos e brigas internas tornadas públicas na Assembleia Legislativa.

Roseana chegou a tentar apaziguar os ânimos entre os deputados estaduais Andrea Murad e Roberto Costa para evitar ainda mais fragilidade na sigla, embora Roseana tenha fracassado e o partido tenha liberada a deputada Andrea para seguir outro rumo se quiser.

Com o partido enfraquecido e com as investigações em curso da Operação Lava Jato, Roseana tenta se manter viva no cenário político maranhense. Primeiro tem que permanecer fora da cadeia e com direitos políticos garantidos.

1 pensou em “Investigada por corrupção e propina, Roseana Sarney quer ser prefeita de SL

  1. “Quando a Justiça quer, os cestos sobem os rios, os peixes cantam nas árvores e os pássaros fazem ninho no fundo do mar…”

    (Humberto de Campos – “A sombra das Tamareiras” – 1934)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *