Aprovados do TJMA realizam audiência pública para discutir nomeação

audiência-publica-aprovados-tj-ma (1)
Será realizada nesta sexta-feira (19), às 8h, no auditório Fernando Falcão na Assembleia Legislativa do Maranhão a primeira audiência pública dos Aprovados do concurso TJMA 2011 com representantes do  poder executivo, legislativo, Judiciário, Ministério Público e convidados.
Os aprovados questionarão o Tribunal de Justiça do Estado do Maranhão o porquê da não nomeação de mais candidatos aprovados no último concurso público, uma vez que, segundo eles, é notória a grande demanda de serviços em todas as áreas nas comarcas e fóruns do interior e da capital impactando diretamente na prestação jurisdicional para a sociedade.
A audiência contará com a participação dos aprovados do concurso, comissão do concurso, Representantes do CNJ, Ministério Público Estadual, Seplan, Segep, OAB-MA, Juiz de Direito Marcos Adriano, Especialistas em direito administrativo (Profº Alessandro Maia e Profº Sá Marques) e da comissão de direitos humanos.

3 pensou em “Aprovados do TJMA realizam audiência pública para discutir nomeação

  1. O Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA) informa aos candidatos aprovados no concurso público para outorga de delegação de serviços notariais e registrais do Estado do Maranhão (Edital 001/2011) que será realizada, no dia 13 de outubro, às 16h, a 3ª audiência pública para escolha das serventias, conforme decisão do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), nos autos do Procedimento de Controle Administrativo nº. 0007242-83.2013.2.00.0000.
    A seleção será feita no Plenário do Tribunal de Justiça (Praça D. Pedro II, s/n, Centro, São Luís – MA).
    Não sei se é para ter esperança ou ficar com mais raiva.

  2. fui aprovado nesse concurso e até agora gostaria muito de trabalhar no tj.fui aprovado para caxias mas ainda tenho esperança de ser nomeado.

  3. Bom dia Clodoaldo,

    Mais uma vez o Tribunal de Justiça do nosso estado deixou-nos a ver navios. O concurso de 2011 foi o pior de todos. Fomos iludidos e a esperança está quase morrendo apesar de haver um processo tramitando no Ministério Público.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *