Edivaldo lança campanha de enfrentamento ao trabalho infantil na capital

9700_lancamento_campanha_trabalho_infantil_120615_fotobaeta17Em ato festivo promovido no Circo Escola da Cidade Operária, o prefeito Edivaldo realizou a abertura oficial da Campanha Municipal de Combate ao Trabalho Infantil, na manhã desta sexta-feira (12). A ação tem como propósito desenvolver um conjunto de atividades para sensibilização da população a respeito da temática e realizar uma série de atividades nas áreas do esporte e lazer, cultura, educação, meio ambiente, saúde e cidadania, voltadas aos alunos da rede municipal de ensino e às crianças assistidas pelas instituições de convivência e fortalecimento de vínculos apoiadas pela Prefeitura de São Luís.

“A criança é uma prioridade absoluta da nossa gestão. Temos atuado em vários frentes de trabalho para garantir o direito delas de estudar, brincar e se desenvolver de forma saudável. Este circo escola aqui é uma referência da atuação do nosso governo em favor das crianças. Revitalizamos o programa que há seis anos estava paralisado e agora é um espaço onde desenvolvemos inúmeras ações com a finalidade de proporcionar às crianças um outro caminho bem distante do trabalho infantil”, disse o prefeito.

A data de lançamento da campanha marca o Dia Internacional de Combate Infantil, celebrado no mundo todo em 12 de maio. No lançamento da campanha, também foi assinado o “Pacto de Cooperação” entre as secretarias municipais da Criança e Assistência Social (Semcas), Educação (Semed), Desportos e Lazer (Semdel), Segurança com Cidadania (Semusc), Meio Ambiente (Semmam), Saúde (Semus) e Fundação Municipal de Cultura (Func).

“Ao assinar este pacto, as secretarias e órgãos municipais envolvidos se comprometem em agir de forma integrada para realizar um conjunto de ações nas áreas de sua atuação, todas com o propósito de combater o trabalho infantil em nosso município e no sentido de potencializar as habilidades e os talentos das crianças envolvidas nos projetos”, declarou a titular da Semcas, Andreia Lauande.

9700_lancamento_campanha_trabalho_infantil_120615_fotobaeta9Também atuam como parceiros da campanha, o Ministério Público do Trabalho e o Centro de Referência em Saúde do Trabalhador de São Luís (Cerest). Presente ao ato de lançamento, a procuradora-geral do Trabalho, Anya Gadelha Diógenes, enalteceu a iniciativa da Prefeitura de São Luís em realizar a ação.

“Este é um momento muito especial, pois verificamos que a Prefeitura compartilha com o ideal do Ministério Público do Trabalho em erradicar o trabalho infantil. Fico muito satisfeita em perceber o comprometimento e o engajamento dos órgãos municipais em proporcionar ações que visam evitar que as crianças estejam envolvidas com trabalho infantil ou em atividades inadequadas”, disse a procuradora-geral.

Durante o evento, também foi lançada uma edição customizada da Revista Coquetel, abordando a temática do trabalho infantil. A revistinha traz informações importantes sobre o tema, em forma de jogos. Os exemplares foram distribuídos ao público presente e também serão entregues nas escolas municipais da capital para alunos de 5ª a 8ª série, onde acontecerão oficinas de sensibilização e conscientização sobre a temática.

Ainda como parte da campanha, uma grande panfletagem está prevista para a noite desta sexta-feira (12), no Estádio Castelão, durante o Jogo do Sampaio. Em campo, os jogadores do time maranhense entram exibindo a camisa da campanha e pedindo proteção às crianças e adolescentes. Haverá também panfletagem na edição do “Todos por São Luís”, no sábado (13), no bairro Quebra Pote.

A campanha tem ainda como foco conscientizar as pessoas sobre a importância de prevenir e denunciar possíveis casos de violação de direitos de crianças e adolescentes, abordando o enfrentamento à exploração do trabalho infantil. A Semcas alerta que para denunciar casos de trabalho infantil, basta ligar para o número 100, do Disque Denúncia Nacional, ou para o Conselho Tutelar mais próximo. As denúncias recebidas pelo 100 são analisadas e encaminhadas aos órgãos de defesa e responsabilização.

Participaram ainda do ato de lançamento da Campanha de Combate ao Trabalho Infantil os secretários municipais Lula Fylho (Governo), Geraldo Castro (Educação), Helena Duailibe (Saúde), Júlio França (Desportos e Lazer), Breno Galdino (Segurança com Cidadania) e o presidente da Func, Marlon Botão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *