Política maranhense em notas

Edivaldo precisa fechar com PT ou PSDB

edivaldoO prefeito Edivaldo tem garantidos em seu palanque o próprio PTC, PCdoB e PDT. Outras siglas pequenas estão gravitando em torno da administração, mas não pode ter confiança de que estarão com ele nas próximas eleições. O PSB é uma grande incógnita. O PMDB também deve buscar caminho própria. Assim, para ter um tempo de televisão razoável, precisa ter PT ou PSDB (dois dos três maiores) e sabe que não poderá ter os dois, pelas estratégias nacionais das duas legendas, visando 2018. O PT está divido entre ir com Edivaldo ou candidatura própria. O PSDB está na Mesa de negociação com qualquer candidatura e ainda ensaia candidatura própria.

Eliziane joga pesado pelos tucanos

Rubens Bueno, Eliziane e AécioComo não terá o PT por conta da conjuntura nacional, a deputada federal Eliziane Gama (PPS) joga pesado para ter os tucanos em seu palanque e garantir um razoável tempo de TV em 2016. Nesta quarta-feira (17), ela foi direto na maior liderança do tucanato hoje: o senador Aécio Neves (MG) para tratar das eleições de 2016. A proposta de Eliziane é uma parceria nas PPS-PSDB nas três maiores cidades do Maranhão: São Luís, São José de Ribamar e Imperatriz. Na capital, a candidatura seria do PPS e nas outras duas, os tucanos liderariam o processo. Jogou pesado.

Baixa no PRB em São Luís I

marquinhosO vereador de São Luís Marquinhos bateu o martelo e não fica mais no PRB. Em conflito com a direção estadual do partido (leia-se, deputado federal Cléber Verde), o vereador da Vila Luizão já tem a carta de anuência para deixar o partido sem perder o mandato. O vereador ainda decide que caminho deve tomar para o próximo pleito. Ele garante que até agosto fecha com a nova legenda.

Baixa no PRB em São Luís II

VEREADOR_ANDERSON_MARTINSQuem também está saindo do partido de Cléber Verde é o primeiro suplente de vereador Anderson Martins. O suplente chegou a assumir a vaga por duas vezes e quase se tornou titular com a candidatura de Paulo Luiz a deputado federal. Anderson já tem casa nova praticamente acertada: o PCdoB, por onde pretende disputar em 2016 novamente. Cléber Verde deve buscar novos nomes para seu partido com as baixas.

Estudos e conselhos

Após críticas ao seu jeito atrapalhado com as regras da Assembleia Legislativa, o deputado Wellington do Curso (PPS) se justificou afirmando que não só estuda muito o Regimento Interno como está sempre recebendo dicas de ex-deputados experientes, como Nagib Haickel. Ajuda aí Nagiba!!

Sobre mudar o nome do Castelão 

edilazioPor falar em Nagiba, até o ex-secretário de esportes criticou no Twitter a ideia pífia do deputado Edilázio Júnior (PV) de mudar o nome do Castelão para Herbet Fontenele. Ideia que visa apenas aproveitar politicamente a comoção da sociedade pela grande perda. Fontenele merece todas as homenagens, mas esta não é a mais inteligente. Primeiro, que o povo continuará chamando o Castelão de Castelão e o homenageado não será lembrado. O melhor para o estádio seria incorporar o nome que já é oficial ao Complexo esportivo: do grande Canhoteiro, lenda do futebol maranhense. Aliás, a proposta de Edilázio só serve mesmo para reabrir o debate sobre a retirada de nomes de pessoas vivas de prédio públicos, o que tem que ser efetivado!

Novo momento para São Luís

O deputado Othelino Neto (PCdoB) a realização dos festejos juninos em São Luís, de forma unificada em uma parceria entre o Governo do Estado e a Prefeitura, e a ação de recuperação asfáltica em vários pontos da cidade. “Isso é o fim da sabotagem à capital maranhense. O governador Flávio Dino é visto, constantemente, saindo da Prefeitura e caminhando até o Palácio dos Leões ou vice-versa”. Segundo Othelino, a Prefeitura de São Luís passou muitos anos sendo sabotada de forma vil e politiqueira, “simplesmente porque o prefeito Edivaldo Júnior não aceitou curvar-se ao mandonismo do grupo que governava ou desgovernava o Maranhão até o final do ano passado”. Para o deputado, é de suma importância para a capital esse trabalho conjunto entre governo e município.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *