Zito Rolim assina contrato de compra de gasolina suficiente para ir ao Japão

zitorolimO prefeito de Codó, Zito Rolim, não poupou os cofres codoenses na contratação de combustível para o município. Com contratos de um ano, que somam R$ 7.197.710,00 em gasolina para os veículos do município. A Ibrahim Duailibe & Cia Ltda. levou quatro contratos no valor total de R$ 3.901.000,00; enquanto a Júlio César Machado Alencar -ME ficou com três somados em R$ 3.296.710,00. Todos os contratos foram através de Pregão.

O gasto com combustível do município é suficiente para 2,9 milhões de litros de gasolina. È o bastante para rodar 30,5 milhões de quilômetros. O abastecimento é suficiente para ir e voltar até Tóquio, no Japão, caso fosse possível a viagem por terra em linha reta.

Como Codó tem uma área de apenas 4.364 km², os carros oficiais não vão parar na cidade.

Com informações do Blog do Garrone.

1 pensou em “Zito Rolim assina contrato de compra de gasolina suficiente para ir ao Japão

  1. Caro blogueiro sua postagem subtende algo estranhocom os contratos referente a abastecimento de combustível em Codo.
    Não faço parte da administração codoense nem de grupo político que apóia o prefeito Zito Rolim, nem tenho qualquer “procuração” para defender a administração atual, sou só um cidadão com direito a esclarecer a crítica sem embasamento e conhecimento de causa, crítica vazia realizada diante de números que a primeira vista se mostram absurdos.
    Ledo engano.
    A área de 4.364,499 km2 total dentre os quais 4,452 km2 em área urbana. A prefeitura não tem somente automóveis, em sua frota conta com caçambas (recolhendo lixo, picarra, barro, areia), ônibus escolares (que atende escola distante até 70 km do centro de Codo), ambulâncias do Samu, Patrol, Carregadeiras, tratores de esteira, retro escavadeiras, tratores de rodas, etc. Uma frota usada diuturnamente e incansavelmente em prol do benefício de quase 120 mil habitantes.
    Sugiro ao blogueiro, que eu leio todos os dias, que se informe e baseie suas críticas embasado em dados concretos. Venha a cidade de Codo e inteire-se de seus problemas, quem sabe não sugira ao governador Flávio Dino um suplemento de contratos em combustíveis.
    Um abraço
    .
    .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *