CPI da Saúde oficializada pela Mesa Diretora da Assembleia

ricardomuradSob a presidência interina da deputada Francisca Primo (PT), a Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Maranhão leu o requerimento protocolado pelos deputados Rafael Leitoa (PDT) e Fernando Furtado (PCdoB) para instalação da CPI que investigará as irregularidades na gestão de Ricardo Murad da saúde maranhense.

Com a leitura do requerimento, a CPI é oficializada e parte agora para a fase de indicação dos membros. Rafael Leitoa deverá ser o relator.

A leitura do requerimento fez a deputada Andrea Murad (PMDB), filha do ex-secretário Ricardo Murad, perder as estribeiras e voltar a atacar o deputado Rogério Cafateira (PSC), só porque o líder do governo pediu que o tempo de tribuna fosse obedecido. “V.Exª deveria era ter vergonha de ser o deputado que é”, esbravejou.

Rogério reagiu no tempo dos blocos. “Se a senhora tem alguma coisa contra mim entre no Conselho de Ética. A senhora vive ameaçando deputados por conta da CPI, mas quero lhe dizer que a investigação dará a oportunidade de seu pai se defender da graves acusações que pesam contra ele”, afirmou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *