Rogério diz que CPI se justifica pelo resultado mais rápido do que na Justiça

20150804_232230_resizedO deputado Rogério Cafeteira (PSC) falou muito sobre a CPI da Saúde durante entrevista ao programa Avesso da TV Guará. Como maior justificativa para a implantação da Comissão Parlamentar de Inquérito, Rogério elencou a celeridade para dar respostas, já que existe uma grande cobrança social por resultados práticos de tudo que é exposto sobre a gestão da saúde nos últimos anos.

“A CPI vai desnudar mais rápido algo que na Justiça demoraria anos. As pessoas perguntam sobre isso”. Rogério ainda afirmou que uma grande oportunidade para o próprio Ricardo Murad (ex-secretário estadual de saúde e ex-deputado) se defender. “A CPI é uma oportunidade do deputado se defender. São várias denúncias e ele terá direito de se defender”.

O líder do governo disse também que a CPI é uma iniciativa do Legislativo e que o governador não teve influência. Mas quando foi falado com ele sobre o tema, o governador deixou bem à vontade para que a base fizesse o que achasse melhor.

Rogério falou de vários indícios de irregularidades, mas citou como mais grave o mau uso dos recursos do BNDES que prejudicaram não só as obras dos hospitais, mas todas que envolvidas com os recursos. “O mais grave é do BNDES, que paralisou todo o recurso e não prejudicou só os hospitais,  mas todas as obras que tinham recursos do financiamento. Há pouco, o secretário Marcelo Tavares, com muita competência conseguiu liberar os recursos”.

Como exemplos, citou o hospital de Rosário, onde foi feito apenas um muro e o terreno possuía cinco lagoas. Além do hospital de Alcântara, onde o terreno foi doado e começaram a obra. Depois de gastar R$ 800 mil descobriram que não podia ser feito lá e os R$ 800 mil foram jogados fora.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.