Em tempo de Zica e chikungunya, prefeitura lança campanha “Todos contra o mosquito”

Agente de saúde combate focos do mosquito

Agente de saúde combate focos do mosquito Aedes Aegypti

A Prefeitura de São Luís inicia nesta quarta-feira (9) uma grande mobilização para envolver toda a sociedade no combate ao mosquito Aedes Aegypti, transmissor de doenças como dengue, febre chikungunya e zika vírus. A campanha “Todos na Guerra contra o Mosquito”, vai envolver diversas secretarias municipais, órgãos federais e estaduais, entidades não governamentais e a população, com o objetivo de eliminar os focos do mosquito.

O prefeito Edivaldo destaca que a campanha reforça as ações de combate ao mosquito na capital. “Estamos empenhados nessa luta e não medimos esforços para reduzir cada vez mais a incidência dessas doenças na nossa cidade. Nessa ação, a participação da população é imprescindível para, juntos, conseguirmos eliminar os focos do mosquito e, assim, garantirmos uma melhor qualidade de vida a todos”, afirma.

Prefeitura também promove coleta seletiva de pneus, outro foco do mosquito

Prefeitura também promove coleta seletiva de pneus, outro foco do mosquito

A campanha, que será realizada no período de 9 a 11 deste mês, inclui vasta programação com orientação, visitas domiciliares, blitzes educativas em escolas e empresas e abordagem de comerciantes e público, com distribuição de panfletos. Além disto, será intensificado o trabalho no campo, através dos agentes de saúde, agentes de combate às endemias, agentes comunitários e outros técnicos das secretarias de Saúde e Serviços e Obras Públicas.

As equipes realizarão inspeção nas residências e estabelecimentos comerciais, a fim de identificar e tratar os focos do mosquito, além de recolher sucatas e todo tipo de bagulho volumoso que possa servir de criadouro do Aedes Aegypti. As atividades vão ter o reforço de todas as unidades de básicas de saúde, que também vão alertar a população para o combate à dengue, à febre chikungunya e ao zika vírus.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (Semus), de janeiro a novembro deste ano foram confirmados 1.437 casos de dengue, com quatro óbitos; e 55 notificações de febre chikungunya. Além disso, há registros de 2.887 casos prováveis de zika vírus, com um óbito confirmado. A secretária municipal de Saúde, Helena Duailibe, lembra que o controle destas doenças deve ser preocupação de todos, e ressalta que só é possível evitar uma epidemia com o combate aos locais que podem armazenar água e que são abrigo para as larvas do mosquito.

“O município está fazendo a sua parte, mas a população deve reforçar as ações no seu dia a dia. Hoje, a preocupação é maior porque o mosquito também é transmissor da febre chikungunya e zika vírus, que são doenças de maior duração e que podem apresentar sérias complicações, deixando graves sequelas”, afirma.

DIA D

A próxima sexta-feira (11) foi escolhida como o Dia D da campanha, com a realização de uma grande concentração pública na Praça Deodoro, onde durante toda a manhã estarão à disposição da população estandes educativos, veículos acoplados com equipamentos fumacê, além de serviços de saúde e apresentações culturais para reforçar as ações de conscientização da população.

1 pensou em “Em tempo de Zica e chikungunya, prefeitura lança campanha “Todos contra o mosquito”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *