Prefeitura pune empresa de ônibus e intensifica fiscalização em elevadores

“Somente sairão das garagens os ônibus que estiverem com os elevadores para usuários com dificuldade de mobilidade funcionando, conforme as normas de acessibilidade em vigor no país”, garantiu o secretário Canindé Barros

SMTT em reunião com reunião com representantes das Pessoas com deficiência, SET e Sindicato dos Rodoviários

SMTT em reunião com reunião com representantes das Pessoas com deficiência, SET e Sindicato dos Rodoviários

A secretaria municipal de Trânsito e Transportes vai intensificar a fiscalização do funcionamento dos elevadores dos ônibus que prestam serviço de transporte público em São Luís. Nesta segunda-feira (1º), o órgão municipal fará vistoria nas garagens das empresas que operam o sistema de transporte público na capital maranhense. “Somente sairão das garagens os ônibus que estiverem com os elevadores para usuários com dificuldade de mobilidade funcionando, conforme as normas de acessibilidade em vigor no país”, garantiu o secretário Canindé Barros.

A fiscalização foi anunciada durante reunião, nesta quarta-feira (27), com representantes do Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência (Comdef), Defensoria Pública do Estado do Maranhão, Sindicato das Empresas de Transportes do Maranhão (SET), e o Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário do Estado do Maranhão.
Empresa do caso Maria multada
Maria participa da reunião na SMTT

Maria participa da reunião na SMTT

O secretário municipal de Trânsito e Transportes, Canindé Barros, informou que esta semana uma empresa foi multada por não oferecer, no quesito elevador para cadeirante, as condições exigidas para a prestação do serviço contratado pela Prefeitura de São Luís. A SMTT exigiu imediatamente a apreensão do ônibus da empresa Sol e Mar, da linha Cidade Olímpica/São Francisco, para verificar o funcionamento do elevador. O caso ocorreu com a integrante do Coletivo de Mulheres com Deficiência, a recepcionista Maria de Jesus Rocha.

Segundo o secretário Canindé Barros, nos últimos três anos, a Prefeitura tem realizado investimentos contínuos para a melhoria do transporte urbano da capital. Todos os ônibus adquiridos na gestão do prefeito Edivaldo (371 veículos) são adaptados com elevadores.  Ainda de acordo com Canindé Barros, aproximadamente 80% do da frota do transporte público possuem mecanismos de acessibilidade. A frota atual em circulação no município é de cerca de 874 ônibus.

Reciclagem

O presidente do SET, José Medeiros, atribui as falhas nos equipamentos à carência e demora no atendimento de pedidos de peça de reposição. “Nesta reunião constatamos falhas no sistema, principalmente nos elevadores, assim também como a falta de humanização dos operadores para que eles possam colaborar com o usuário”, ressaltou Medeiros.

Os operadores exclusivos dos elevadores são os cobradores. Por sugestão do presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário do Estado do Maranhão, Isaías Castelo Branco, será realizado um seminário que dará início ao processo de reciclagem dos profissionais pelo Sest/Senat, retomando um procedimento do passado.

Uma nova reunião será realizada no dia 15 de fevereiro para voltar a discutir soluções para o atendimento aos usuários com deficiência e idosos.

Veja o vídeo da revolta da cadeirante com o atendimento no ônibus:

5 pensou em “Prefeitura pune empresa de ônibus e intensifica fiscalização em elevadores

  1. ESSE CANINDÉ TÁ MENTINDO OS ÔNIBUS NÃO FORAM ADIQUIRIDO PELA PREFEITURA DE SLZ. E SIM FORAM COMPRADOS PELOS EMPRESÁRIOS E OUTRAS ELE SABE QUE VÁRIOS BUS NÃO FUNCINAM OS ELEVADORES PARA DEFICIÊNCIA FISICO

  2. Então bora agilizar essa licitação, que esses empresários tem que andar na reta, seguir regras. Se já estivesse licitado, já tinham perdido contrato, certeza!!!

  3. Tem motorista e cobrador que são mal educados mesmo. Eles acham que estão nos fazendo um favor. Tomara que nessa reciclagem todos esses assuntos sejam colocados em pauta. Pois se já é difícil para mim que não tenho nenhuma deficiência, imagine para quem tem.

  4. A culpa disso são dos empresários, eles que são os donos das frotas, responsáveis pela manutenção dos veícuçlos e pelos funcionários. É um absurdo a prefeitura ter que dar uma de babá o tempo todo, mas se esse é o jeito…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *