SET mais uma vez prejudica a cidade e São Luís fica sem ônibus

greveMais uma greve de rodoviários prejudica a cidade de São Luís. A fim de pressionar a prefeitura, o Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros de São Luís (SET) novamente estimula a paralisação de seus próprios funcionários e prejudica o direito de ir e vir de cerca de 700 mil ludovicenses.

A cidade amanheceu apenas com 5% da frota circulando. O Procon já exigiu que o mínimo legal, de 30% esteja nas ruas. A paralisação é por tempo indeterminado. O SET alega dificuldade de pagamento dos salários dos trabalhadores atrasados.

Desde cedo, as paradas estão lotadas a espera de algum tipo de condução que leve os passageiros a seu destino. As empresas Pericumã, Autoviária Matos, Viação Pelé, Trans Requinte, Aroeira e São Marcos que realizaram os pagamentos, estão com suas linhas em circulação. As demais empresas, que representam maior parte da frota de coletivos, estão com os ônibus retidos nas garagens.

As pessoas que precisaram se deslocar tiveram que recorrer aos serviços de vans que estão circulando em algumas rotas dos coletivos, ou ainda optar por mototáxis e outras formas de transporte.

O Sindicato dos Rodoviários assegura que o serviço só será restabelecido quando as empresas realizarem o pagamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *