Nato abandona candidatura e investe no filho; pressão na chapa PSB-PP aumenta

Nato demonstrou que abandonou sua candidatura ao participar de evento de Wellington

Nato demonstrou que abandonou sua candidatura ao participar de evento de Wellington

O vereador Nato (PRP) ficou com um olho no peixe e outro no gato nesta eleição. Ele, filiado ao PRP, deixou o filho, Nato Júnior, filiado ao PP, como válvula de escape para uma dificuldade de sua reeleição no atual partido.

O PRP coligou com apenas com o PMDB, que não tem nomes de grande expressão eleitoral para a Câmara. Com dois nomes muito fortes como Sebastião Albuquerque e Afonso Manoel na chapa PMDB-PRP, Nato sabe que sua reeleição era quase impossível nesta coligação.

Então, o vereador abandonou sua própria candidatura e colocou toda sua estrutura e lideranças a favor da candidatura do filho. Curioso ver que neste final de semana, Nato, mesmo sendo candidato da coligação do candidato a prefeito Fábio Câmara, estava em evento de Wellington do Curso no São Cristovão.

A tática de Nato coloca mais pressão na chapa a vereador PP-PSB. São cinco vereadores de mandato: Chaguinhas, Luciana Mendes, Manoel Rego, Estevão Aragão e Nato Júnior (considerando que a mudança com relação a Nato é meramente de nome). Assim, esta chapa tem forte pressão de cinco nomes com uma perspectiva de eleger três a quatro vereadores.

natojunior

Nato registrou sua candidatura com Fábio Câmara e a do filho com Wellington do Curso

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *