Semgop afirma que cumpre todas as obrigações com ISEC

Desesperada com a queda nas pesquisas, a coligação da candidata Eliziane Gama (PPS) luta para forçar um tapetão nas eleições deste ano. Eliziane entrou com ação contra a candidatura do prefeito Edivaldo por suposto desvio nos contratos com o Instituto Superior de Educação Continuada (ISEC).

O objetivo da ação sem fundamento é somente criar algo que torne instável a candidatura de Edivaldo para o eleitorado. Inclusive usando seus tentáculos na imprensa para inventar que até mesmo a substituição da candidatura de Edivaldo estaria sendo arquitetada.

A Secretaria Municipal Extraordinária de Governança e Orçamento Participativo (Semgop), que contratou o ISEC, informou que o contrato foi rompido em função das dificuldades financeiras enfrentadas pelo município, principalmente com a drástica redução do FPM e por isso houve uma rescisão amigável, entre as partes.  “O distrato com o Isec foi realizado, a pedido do município, desde o mês de abril”, informa.

O contrato foi assinado após um processo licitatório feito por meio de chamada pública, para execução do programa ‘Eu Participo’. “A Secretaria também reforça que, durante os meses de execução do projeto, o objetivo do contrato foi cumprido”, diz a nota da Semposp.

As obrigações contratuais com o instituto após a rescisão continuam sendo cumpridas, segundo a prefeitura.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.