Governador entrega Academia Integrada de Segurança Pública (AISP) e nova estrutura do 6º BPM

O governador Flávio Dino e o secretário de Estado da Segurança Pública, Jefferson Portela, participaram de uma maratona de inaugurações na manhã desta quarta-feira (28). Foram duas entregas importantes para as polícias militar e civil.

A primeira aconteceu no bairro da Cidade Olímpica, onde já está funcionando a 3ª Companhia do 6º Batalhão de Polícia Militar. A nova estrutura fica responsável pelo policiamento motorizado preventivo da maior área de cobertura de um batalhão, abrangendo 66 (sessenta e seis) bairros, de um total de 85 (oitenta e cinco) de toda área da circunscrição do 6ª BPM.

Na solenidade de inauguração da nova estrutura, o soldado da Polícia Militar, Fredson de Jesus Mendes, foi homenageado, dando nome ao auditório da companhia. O soldado Fredson de Jesus, que era integrante da equipe do 6º BPM, foi morto durante assalto em outubro de 2014.

 

Academia de Polícia Civil

Da Cidade Olímpica, o governador e sua comitiva se deslocaram para a Academia Integrada de Segurança Pública (AISP), completamente reformada, reestruturada e ampliada. Flávio Dino e Jeferson Portela estavam acompanhados pelo delegado geral da Polícia Civil, Lawrence Melo, onde inauguraram as novas instalações.

De acordo com o governador Flávio Dino estas são mais algumas medidas que demonstram o compromisso do Governo do Maranhão com a temática Segurança Pública. “É um dia de importantes inaugurações na Segurança Pública. Continuamos a investir forte na área. Além de melhor a infraestrutura dos prédios da Polícia Militar, das delegacias, fizemos aquisição de novas viaturas, que já estão reforçando o trabalho preventivo e ostensivo das nossas polícias, e esperamos, já para o ano que vem, mais policiais no reforço da segurança em nosso Estado”, destacou o governador Flávio Dino.

A nova unidade da AISP teve suas instalações ampliadas com a construção do prédio da guarita de vigilância, reforma do prédio administrativo e das salas de aulas, bem como adequação dos ambientes educacionais para contemplar as práticas pedagógicas específicas da técnica policial. Entre outros benefícios, a obra possibilitará o aumento da capacidade de atendimento de 350 para 550 alunos por curso.

Além dos cursos de formação e capacitação do policial civil que é missão da academia, são oferecidos cursos através de convênios com outras instituições como a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária e Senai. A Academia desenvolve, também, ações sociais na comunidade como cursos profissionalizantes e atividades esportivas por meio da escolinha de karatê Pacto Pela Paz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *