Empresa investigada pela PF é suspeita de oxigenar notícias falsas contra a SES

Dono da RD Tecnologia , Emílio Rezende, foi preso duas vezes pela Polícia Federal

Investigada pela Polícia Federal na Operação ‘Sermão aos Peixes’, – que prendeu uma quadrilha que desviou mais R$ 1 bilhão da Saúde no estado – a empresa RD Tecnologia é a fonte das falsas notícias sobre uma suposta falta de oxigênio nas Unidades de Pronto Atendimento (UPA) em São Luís.

A empresa de propriedade Emílio Borges Rezende (preso na Sermão aos Peixes), tem segundo a Polícia Federal fortes vinculações com o Instituto Bem Viver, também envolvido na fraude na Secretaria de Saúde, na gestão de Ricardo Murad.

Numa interceptação da PF, uma funcionária do Bem Viver da SES identificada pela polícia como Karina intermedeia o pagamento o pagamento de propina a um ex-servidor da SES, José Sérgio Melo de Moraes Rêgo a mando dos controladores da empresa RD Tecnologia.

Na denúncia da Sermão aos Peixes, há pelos menos quatro diálogos de Karina negociando propinas de contrato da RD Tecnologia na gestão de Ricardo Murad. Em 2015, a RD Tecnologia também espalhou que faltou oxigênio no Hospital Macroregional do município de Coroatá, base eleitoral dos Murad.

Inidônea

O Tribunal de Contas da União (TCU) no ano passado declarou a RD Tecnologia inidônea para licitar com a Administração Pública Federal em razão de irregularidades ocorridas em pregão eletrônico da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh).

As irregularidades da Rd Tecnologia foram detectadas quando a Ebserh visava a contratação de empresa para locação, instalação e manutenção de Usinas Geradoras de Oxigênio, com no mínimo 93% de pureza, para atender as necessidades dos Hospitais Universitários Federais, vinculados a Instituições Federais de Ensino Superior.

Inidônea para contratar com o Governo Federal e sem contrato no Maranhão, restou a RD Tecnologia encher balõezinhos com falsas notícias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *