Política maranhense em notas

A justiça tarda…

Por mais esdrúxulo que pareça, o ex-secretário adjunto de administração penitenciária, Danilo Santos, preso pela Polícia Federal por esquema envolvendo blogueiros, vazamento de informação e extorsão havia criticado blogueiros que demonstravam ao eleitor ludovicense quem era Eduardo Braide na campanha eleitoral de 2016. Parece que Danilo julgava toda a blogosfera por práticas não republicanas que, segundo a PF, conhecia bem. E vejam só quem está preso.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Proximidade de Danilo com Braide

O ex-secretário adjunto de administração penitenciária, Danilo Santos, preso na Operação Turing da Polícia Federal não só pedia votos para Eduardo Braide nas redes sociais, mas o filiado ao PMN se mostrava próximo. Na foto ao lado, é possível ver o quanto o agente da PF estava dentro da cúpula do PMN desde 2014.

Base frágil

O governador Flávio Dino já demonstrou preocupação com as sumidas do plenário de parte da base aliada em votações importantes. Na votação o projeto de benefícios fiscais para grandes atacadistas, mais uma vez o governo teve problemas para ter o número de votos necessários. Por pouco a oposição não consegue obstruir novamente a votação e o governo precisou do voto de Roberto Costa para conseguir os 22 e impedir a obstrução. Deputados de confiança do governo como Bira do Pindaré e Fábio Macedo não estavam na votação. Os nomes de azul no painel (imagem ao lado) faltaram.

Reaproximando

Apesar do problema continuar, está havendo uma mudança no estilo. Os deputados “queimados” com o governo na votação do reajuste dos professores se reaproximaram do governo. Zé Inácio e Valéria Macedo têm participado de eventos e estiveram firmes nesta votação.

Roberto Costa: Ação e reação?

Uma conjunção de fatores pode ter levado o deputado Roberto Costa a agir de forma tão veemente em favor do governo nesta quinta-feira (30). Mas uma pode ser destacada. O site G1 Maranhão, do conglomerado do grupo Sarney, produziu a matéria sobre a acusação contra o secretário nacional de Juventude, Assis Filho, aliado de primeira hora de João Alberto e Roberto Costa. A notícia foi destaque na capa do site durante toda a quarta-feira (29) e destacada dos telejornais da Mirante. E nem dá pra dizer que foi exigência da Globo, já que a notícia teve pouca em nenhuma repercussão a nível nacional. O clima realmente é de guerra velada entre João Alberto e Roseana Sarney.

Precedente ruim

Um grupo de empresários cercou o deputado Rogério Cafeteira e conversaram por muito tempo durante a sessão plenária para tentar a inclusão das empresas menores no projeto nº 224/2017. A discussão foi até tranquila, mas abre um precedente perigoso. Em um momento de sessão ordinária e na hora da votação que interessava diretamente aos empresários, estavam cercando um deputado. O que impedirá que em um outro momento uma categoria que se sentir ameaçada por um projeto entre no plenário de terno e gravata e parte para cima de deputados. O momento de discussão com as classes é durante audiências públicas e comissões e o local para a sociedade pressionar e protestar pacificamente é na galeria. O momento da votação é de discussão exclusiva dos deputados.

Mistério

Quem será o prefeito da Baixada Maranhense, que mesmo sendo casado é usuário ativo do Tinder? Este é um aplicativo de paquera para Android e iOS que relaciona pessoas com interesses comuns. Casado também namora!

2 pensou em “Política maranhense em notas

  1. Como o paladino da justiça, Flávio Dino foi nomear alguém como esse senhor para exercer um cargo importante? E pior é que agora o governo tira o corpo fala alguém tem ser boi de piranhas em ano pré -eleitoral.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *