Justiça de Pernambuco bloqueia os bens do marqueteiro de Roseana

Antonio Lavareda, cientista político que foi acionado no início de outubro para trabalhar a candidatura de Roseana Sarney ao governo do estado, teve os seus bens bloqueados por determinação da juíza Roberta Viana Jardim, do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJ-PE). Lavareda é alvo de uma queixa-crime registrada pelo seu ex-sócio do Banco Gerador, o empresário Paulo Sérgio Macedo. O banco que foi vendido para o Grupo Agiplan, em maio de 2016.

Macedo acusa Lavareda, que também é apresentador do programa ‘Ponto a Ponto’, exibido pela BandNew, pela suposta prática dos crimes de “estelionato e falsificação de documento particular”, segundo o site O Antagonista.

Por meio de nota, o advogado Fernando Friedheim diz que Lavareda é vítima e criticou Macedo.

A relação de Lavareda e Roseana é antiga. Ele trabalha e é muito próximo da peemedebista desde o seu segundo mandato de governadora, ainda pelo antigo PFL.

Em meados de 2014, foi o marqueteiro que aconselhou Roseana a permanecer no governo e não ser candidata a senadora e era o estrategista da então pré-candidatura de Luís Fernando Silva ao governo, que como todos sabem, foi para o buraco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *