Gafes e desprestígio na convenção mostram como a candidatura de Maura Jorge caiu

Ela começou como uma interrogação e pouco crédito se poderia mesmo se viabilizar como candidata. Mas Maura Jorge cresceu na caminhada e teve como grande ápice de sua pré-candidatura ao governo o apoio de Jair Bolsonaro, principalmente quando o candidato a presidente esteve em São Luís ovacionado pelos seus bolsominions.

Mas a reta final da pré-campanha foi simplesmente desastrosa para Maura, que perdeu todos os apoios que estavam próximos de fechar com ela, movidos pela mania bolsonarista, que poderia gerar alguns votos de legenda. Mas a política fez diferença e Maura Jorge perdeu praticamente todos os partidos que conversavam com ela, inclusive o criador de sua candidatura, Aluísio Mendes, levou o Podemos para Roberto Rocha.

Assim, Maura chegou a convenção sem apoio de nenhum deputado federal, deputado estadual ou político de maior relevância estadual. Apenas vereadores da capital candidatos a deputado estadual que circunstancialmente caíram na coligação como Marcial Lima e Ricardo Diniz.

Maura também não caiu nas graças dos bolsominios. Durante a passagem do então pré-candidato por São Luís foi nítida a diferença dos discursos quando Bolsonaro falou em menos estado, privatização, redução de gastos públicos e Maura falou em mais educação, saúde, obras, ou seja, mais estado, mais investimento publico. Discursos conflitantes de uma aliança exclusivamente fisiológica.

A convenção teve como ponto crucial o discurso do ex-vereador Carcioca, que foi vaiado ao afirmar bem na cara do candidato a senador de Maura Samuel de Itapecuru que não votará nele, mas em Sarney Filho. Ele ainda deu a entender que nem em Maura votaria, pois disse que não é “candidato de governador, mas do povo”.

Assim, a candidatura que nasceu fraca, teve um momento de crescimento e chegou à homologação com status menor do que começou: sem alianças, sem perspectiva política, sem apelo eleitoral e vendo candidatos proporcionais afrontarem a própria candidata.

 

1 pensou em “Gafes e desprestígio na convenção mostram como a candidatura de Maura Jorge caiu

  1. Tá ganhando bem heim, p mentir desse tanto! Só pode ser da política velha. Ela assim como bolsonaro não precisa do apoio dos partidos querido, p depois negociar o governo. Eles têm o povo! Quer Mais? Senta e chora.
    Carioca nao tem nem prestígio.é Sarney doente.
    Considerada a que mais cresce nas pesquisas e fez a 2 maior convenção. Será se é fraca? Isso sem os partidos e o dinheiro da corrupção.

    Maura Jorge é coragem!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.