Prefeitura de Paço não poderia ignorar ilegalidade da família Campos por questão política

Como esperado, em menos de 24 horas após a prefeitura de Paço do Lumiar embargar obra clandestina do empresário Fred Campos (veja aqui), o prefeito Domingos Dutra é acusado de “perseguir” adversário político na cidade.

Fiscais da prefeitura descobriram a construção de alicerces e baldrames para a edificação de um posto de gasolina sem alvará de construção e licença ambiental, próximo à localidade Joelho de Porco.

Paço do Lumiar, que possui uma produtiva zona rural responsável pelo sustento de famílias de agricultores, criadores e pescadores, não pode ser prejudicada com uma obra escondida em meio ao matagal, justamente um posto de gasolina, que tem um impacto ambiental altamente prejudicial ao solo se não for feito dentro de todos os parâmetros legais com rigorosa fiscalização do poder público.

O poder público, pago pelo contribuinte para defender o interesse público acima do privado, não pode deixar toda uma cadeia produtiva que beneficia centenas e o progresso sustentável do município ameaçado por receio de ser taxado de “perseguidor” ao fazer nada mais do que cumprir a lei e defender a coletividade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *