Duarte: qualquer coisa para aparecer ou tudo questão de um like

Blog do Jorge Vieira – Quando um projeto político viável chega ao Poder, é inevitável que uma penca de oportunistas de toda sorte se acheguem e procurem, a todo custo, pegar uma boquinha. Pessoas que jamais se identificaram ou travaram qualquer luta nas trincheiras. Foi esse o caso do ilustre desconhecido advogado Hildelis Duarte Junior quando Flávio Dino chegou ao poder, em 2014.

Não se sabe por quais critérios o ilustre desconhecido, que jamais havia sequer pedido votos para Flávio Dino ou combatido a elite política dominante de antes, foi galgado a presidente do PROCON, com status de secretaria e com centenas de cargos comissionados para nomear quem bem entendesse. Assim, por lá fez o que bem quis para se promover. Nomeou um exército de funcionários que depois foram seus cabos eleitorais intransigentes.

O impetuoso advogado, que jamais tinha ocupado qualquer cargo público e sem nenhuma experiência, sentiu-se o proprietário e senhor feudal do PROCON. E não foi modesto.

Qualquer ação de mera rotina administrativa, como simples entrega de documentos ou mesmo de segunda via de carteira de identidade, eram motivos para divulgações até a exaustão, com sensacionalismo triunfante, e a imagem do mancebo em primeiro plano, pois afinal, era fruto de sua generosidade para com o povo e este povo precisava admirar seu bem feitor.

Hildelis Duarte Junior abusou tanto da máquina pública do PROCON para promover sua imagem de ilustre desconhecido que estes abusos lhe renderam vários processos na Justiça por improbidade e uma ação de cassação de mandato movida pelo Ministério Público Federal que está correndo no Tribunal Regional Eleitoral.

Mas os abusos cometidos pelo então ilustre desconhecido Hildelis Duarte Junior à frente do PROCON foram-lhe enormemente úteis, pois conseguiu encantar parte do PC do B e, mesmo sem nenhuma identificação com o partido e sua história, nele se filiou e saiu candidato a deputado estadual, passando a rasteira em vários militantes históricos do partido. Conseguiu se eleger com incríveis 65 mil votos.

Continue lendo aqui. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *