Retrospectiva 2019: julho e agosto

JULHO

Minireforma no governo

O governador Flávio Dino promoveu algumas mudanças na equipe. A secretaria de  Cultura (Secma) ficou com Anderson Lindoso, que era secretário adjunto de Educação. Mayco Pinheiro foi para a presidência do Instituto de Previdência dos Servidores do Estado do Maranhão (Iprev). O advogado Antônio Nunes, que estava na Secretaria de Governo (Segov), para a presidência da empresa Maranhão Parcerias (Mapa). A Segov passou a ser coordenada por Diego Galdino, que depois de um bom trabalho na Cultura, foi levado pelo governo para o centro do governo.

Voto de Braide contra reforma da previdência

De todos os votos da bancada maranhense sobre a reforma da previdência, o voto contrário que mais chamou atenção foi do deputado Eduardo Braide. Os demais votaram como o esperado, o centro e os governistas a favor da reforma e a oposição de esquerda contra. Mas Braide também votou contra, causando revolta dos setores conservadores que o apoiavam como pré-candidato á prefeitura de São Luís.

Voto de Gil Cutrim a favor da reforma

Filiado ao PDT que fechou questão contra a reforma da previdência, o deputado Gil Cutrim votou a favor e irritou pedetistas no Maranhão e da cúpula nacional. Cutrim alegou que a reforma foi melhorada na Câmara e poderia ser aprovada. mas a direção do partido abriu procedimento contra ele e os outros infiéis, como a paulista Tábata Amaral.

Confusão em concurso público de Paço

O concurso público realizado em Paço do Lumiar gerou muita confusão na justiça por conta de uma denúncia de fraude. A prefeitura dizia que constatou inúmeras irregularidades da empresa que realizou o certame e cancelou o concurso. O Tribunal de Justiça mandava homologar o resultado. A primeira decisão foi do desembargador Jorge Rachid e a segunda de Jamil Gedeon. O prefeito Dutra bateu o pé contra a decisão.

Ataque de Bolsonaro a Flávio Dino e ao Nordeste

Um café de Bolsonaro com jornalistas da imprensa internacional rendeu pouca pauta pelo que foi dito dito na conversa e muito mais o que o presidente disse ao ministro Onyx Lorenzone ao pé de ouvido. “Desses ‘governador paraíba’, o pior é o que é do Maranhão. Não tem que ter nada para esse cara”. As declarações causaram grande repúdio de nordestinos. A cantora Alcione se posicionou firmemente contra o preconceito á região. O jornalista Reinaldo Azevedo escreveu que Bolsonaro cometeu crime de responsabilidade e deveria ser impeachmado pela ameaça de boicote ao Maranhão.

Dutra sofre AVC

Uma das notícias mais impactantes do Maranhão foi o que ocorreu no dia 23 de julho. O prefeito de Paço do Lumiar, Domingos Dutra, sofreu um Acidente Vascular Cerebral e foi levado para o Hospital São Domingos às pressas para o hospital. Até fake news sobre a morte do prefeito circularam nas redes sociais. Por sorte a recuperação de Dutra foi muito positiva para o grave estado em que se encontrava quando foi internado.

Presidente do TJMA governador

O presidente do Tribunal de Justiça, José Joaquim, assumiu o governo do Maranhão interinamente. Isto porque o governador Flávio Dino tirou uma semana de férias e o vice-governador Carlos Brandão depois de dois dias no governo fez uma viagem. O presidente da Assembleia legislativa, Othelino Neto, que seria o próximo na linha sucessória, também tirou férias no período dando a oportunidade para o desembargador comandar o estado.

AGOSTO

Paula da Pindoba assume em Paço

A Câmara Municipal de Paço do Lumiar deu posse à vice-prefeita paula da Pindoba. Mesmo com o discurso de unidade com Dutra, Paula deixou claro que estava rompendo com o prefeito com a reforma administrativa que se encaminhava. Foi à posse acompanhada de adversários políticos do prefeito. A esposa de Dutra, Núbia, pediu demissão no dia seguinte.

São Luís em Obras

O prefeito de São Luís anunciou sem muito alarde o programa São Luís em Obras. De fato, a descrença de que um gestor poderia fazer um vigoroso pacote de obras em meio à crise financeira que assola o país fez a imprensa dar pouca bola para o anúncio e a repercussão ser muito pequena. Ninguém imaginava que meses depois, o programa de fato transformaria a cara da cidade. O programa incluiu asfaltamento, drenagem, reforma e construção de praças e mercados, intervenções no trânsito e mais melhorias no Centro Histórico.

Caso Cajueiro

O caso da reintegração de posse do Cajueiro foi a principal pauta de agosto. Com grande articulação do deputado Wellington do Curso, um grupo invadiu o Palácio Henrique de la Rocque. Houve confronto com a polícia em frente ao Palácio dos Leões. Uma decisão judicial para reintegração de posse de poucas famílias que não aceitaram a indenização gerou muita repercussão. E ao invés do judiciário, foi o governo que pagou a conta.

Tadeu Palácio volta à cena política

O ex-prefeito de São Luís Tadeu Palácio voltou á cena, tentando mais uma vez uma candidatura à prefeitura de São Luís. Desde que deixou a prefeitura há mais de 10 anos, Tadeu entrou no ostracismo e reaparece sempre nos debates sobre a sucessão municipal. Ele se filiou ao PSL na esperança de ser o candidato bolsonarista em São Luís. O projeto esfriou muito com a saída de Bolsonaro do PSL e a volta do partido para sua condição de nanico.

Clandestinos aportam no Maranhão

Cinco nigerianos chegaram ao Maranhão de forma clandestina em um navio de tripulação ucraniana que aportou próximo ao Porto do Itaqui. Os clandestinos foram encaminhados à superintendência da Polícia Federal. O governo nigeriano foi comunicado acerca da condução e atuação dos africanos que entraram clandestinamente no navio, que saiu de Lagos, na Nigéria.

Queimadas

As queimadas causaram muitos problemas no mês de agosto no Maranhão. O governador Flávio Dino editou decreto que proíbe o uso de fogo para limpeza e manejo de áreas durante o período de estiagem. O corpo de Bombeiros do Maranhão e Exército também trabalham conjuntamente para conter os vários focos de chamas no estado.

Incêndio na Cohab

O ano de 2019 foi mesmo marcado por incêndios no período da seca no Maranhão. Em agosto, a loja Novo Mundo da Cohab pegou fogo. O incêndio causou também muito transtorno no trânsito da região. Houve muita preocupação se haveria algum risco para a maternidade Benedito leite, por conta da fumaça, o que foi descartado pelo Corpo de Bombeiros.

Homologado concurso em Paço do Lumiar

A prefeita em exercício de Paço do Lumiar, Paula da Pindoba, contraria a decisão do prefeito Dutra e homologa o concurso público do município que havia sido cancelado por suspeitas de irregularidades. Candidatos teriam tido acesso aos gabaritos. O curioso é que mesmo após a homologação, não foram chamados todos os aprovados, mas um pequeno número e depois ainda foi feito um seletivo sem publicidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *