Retrospectiva 2019: novembro e dezembro

NOVEMBRO

Morte de indígena

Os ataques a indígenas no Maranhão chamaram a atenção do mundo neste final de ano. O primeiro caso foi no início de novembro. Madeireiros e indígenas entraram em conflito na Terra Indígena Arariboia, em Bom Jesus das Selvas. No conflito, duas pessoas foram mortas. O líder indígena Paulo Paulino Guajajara, e o madeireiro Márcio Greykue Moreira Pereira morreram durante a troca de tiros.

Caneta Azul… Azul caneta

O vídeo foi publicado em outubro e até começou a fazer sucesso ainda no mês anterior, mas no início de novembro que se teve a noção do tamanho do fenômeno que tinha se tornado o vigilante maranhense Manoel Gomes, autor da música “caneta Azul”. O cachê de Manoel saltou para r$ 20 mil em meados de novembro e com sua musiquinha, fisgou um contrato até a campanha publicitária da Mega da Virada.

Suspeita de fraude no Censo Escolar

Uma reportagem do fantástico caiu como uma bomba nas administrações municipais maranhenses. Segundo a reportagem, investigação do Ministério Público Federal identificou 137 municípios sob suspeita de fraude no censo escolar. A lista de estudantes era aumentada com alunos fantasmas para que os municípios recebessem mais verba do Fundeb. Uma lista de prefeituras chegou a ser divulgada, mas foi desmentida. As investigações continuam.

Proposta eliminaria São Pedro dos Crentes do mapa

A proposta do novo Pacto Federativo apresentada pelo presidente Jair Bolsonaro incluía a redução do número de municípios extinguindo os com menos de 5.000 habitantes e arrecadação própria menor que 10% da receita total. O curioso é que no Maranhão, quatro estariam nesta condição: Nova Iorque, São Félix de Balsas, Junco do Maranhão e, curiosamente, São Pedro dos Crentes, o município que deu a maior votação proporcional ao presidente no estado. O prefeito Lahésio Bonfim era um dos maiores bolsonaristas do estado.

Lula deixa a prisão

O ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT) deixou a prisão em Curitiba após decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que entendeu não ser cabível a prisão após a condenação em segunda instância, mas somente após a condenação com o trânsito em julgado. Petistas no Maranhão comemoraram muito a liberdade do ex-presidente com direito a festa no Centro Histórico.

Desfecho do caso Ana Clara

Teve desfecho em novembro deste ano o caso do assassinato da menina Ana Clara, de 6 anos de idade, que morreu no dia 3 de janeiro de 2014, quando bandidos atearam fogo em um ônibus do transporte público que circulava pelo bairro Vila Sarney Filho I. No Juri Popular, os dois principais acusados foram sentenciados a 50 anos de cadeia, outro a 47 e outro a 21. Um último acusado de ter participação foi absolvido.

Novas alíquotas da previdência

Gerou muita polêmica na Assembleia Legislativa o projeto que adequou as alíquotas da previdência dos servidores estaduais ao que determina a reforma da previdência do governo Bolsonaro. Com as novas alíquotas aprovadas, ao invés de todos os servidores contribuírem com 11%, houve um escalonamento de 7,5% (ganham até um salário mínimo) a 14,5% (ganham até R$ 10 mil), com outras três faixas intermediárias.

Homem se joga da ponte

De repente, em meio ao trânsito do dia-a-dia na Ponte do São Francisco, um carro para no meio da ponte, o motorista sai e simplesmente se joga. No momento da queda a maré estava seca. Ele sofreu apenas alguns ferimentos leves e foi resgatado pelos bombeiros, com o apoio do helicóptero do CTA. A explicação foi de que ele sofre de problema de depressão, toma remédio controlado e provavelmente teria tido um surto.

Fim do caso Coroatá e inelegibilidade de Flávio Dino

Por unanimidade,  os membros do Tribunal Regional Eleitoral acompanharam o voto do relator para anular a sentença da juíza de Coroatá, Anelisa Reginato, que havia declarado a inelegibilidade do governador Flávio Dino, do deputado Márcio Jerry e do prefeito de Coroatá, Luizinho do Amovelar às vésperas da eleição de 2018. O governador concorreu e venceu as eleições com o processo em andamento e a corte eleitoral acabou de vez com a bravata.

Formação do palanque de Eduardo Braide

A filiação do deputado Eduardo Braide ao Podemos deu um indicativo ao eleitor de como será o palanque dele para as eleições municipais de 2020. Considerado favorito para a eleição de prefeito de São Luís, Braide mostrou que seu palanque será composto por Roberto Rocha, Zé Reinaldo, Ricardo Murad, Waldir Maranhão, entre outras figuras da velha política.

Polêmica do reitor do IEMA

O reitor do IEMA, Jhonatan Almada, publicou artigo no jornal Pequeno intitulado “A escola que não ensina”, criticando a educação municipal da São Luís. “A escola pública municipal de São Luís é uma tragédia”, escreveu. Membros do governo desautorizaram o reitor endossando o apoio ao prefeito Edivaldo e sua gestão da educação. Márcio Jerry e Felipe Camarão rapidamente se manifestaram em favor de Edivaldo. O pai do prefeito, deputado Holandão, foi duro em um tuíte, onde escreveu que o reitor do IEMA é um desastre.

DEZEMBRO

Roseana entra no debate eleitoral

O mês de dezembro começou agitado na política com a entrada da ex-governadora Roseana Sarney no debate político da capital. O deputado Roberto Costa anunciou que o partido fechou questão e a ex-governadora era pré-candidata à prefeitura de São Luís. Durante evento do partido na Assembleia Legislativa, ela primeiro desconversou, mas diante da militância emedebista disse que poderia aceitar o desafio.

A tragédia indígena no MA

Um atentado contra indígenas deixou dois mortos às margens da BR-226, entre Grajaú e Barra do Corda. Homens passaram em um veículo na rodovia atirando contra os índios. A Polícia Federal entrou no caso e o ministro Moro enviou tropas federais para o Maranhão. os ataques geraram repercussão negativa internacional para o país. indígenas maranhenses vivem sob o medo de ataques de madeireiros e caçadores.

Fim do ciclo Kátia Bogéa no IPHAN

O presidente Jair Bolsonaro exonerou a presidente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), Kátia Bogéa, que estava no cargo desde 2016 no governo Michekl Temer. Antes, ela passou muitos anos como superintendente do órgão no Maranhão. Indicada por Sarney, Kátia representava o último espaço de destaque do oligarca em Brasília.

Bum Meu Boi patrimônio da Humanidade

A 14° Reunião Intergovernamental da Unesco/ONU, em Bogotá, na Colômbia, oficializou o título do Bumba Meu Boi do Maranhão como Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade. O Bumba Meu Boi agora é o sexto bem brasileiro a integrar a lista internacional. No penúltimo dia do ano, foi feita uma grande festa para comemorar com os Bois na Praça João Lisboa.

Lourival Serejo ganha no TJMA

A desembargadora Nelma Sarney sofreu mais um revés no Tribunal de Justiça do Maranhão. Ela perdeu pela segunda vez consecutiva a eleição para a presidência da corte. Desta vez o eleito foi Lourival Serejo. A eleição foi apertada: 16 a 14 para Serejo. O mandato do atual presidente, José Joaquim, acaba somente em abril por conta de uma manobra aprovada no começo deste ano mudando a data da posse.

A árvore de Natal mais feia do mundo

Repercutiu muito nas redes sociais a estranhíssima árvore de natal instalada pela prefeitura de Codó. Ela foi considerada a mais feia do mundo. Até as festividades de natal foram canceladas na cidade. Mas ninguém explicou qual a ideia do artista que resolveu fazer essa engenhosa árvore.

Rompimento da subadutora no Bacanga

O dia de Natal foi de surpresa desagradável para os moradores da área Itaqui-Bacanga. Eles ficaram sem água após o rompimento da subadutora da Bacia do Bacanga. A Caema informou que já havia detectado a necessidade da troca da tubulação em vistoria e já estava com a peça preparada para realizar a troca. A operação de troca prevista para janeiro de 2020 foi antecipada em função do rompimento. Enquanto o serviço era realizado a Caema abasteceu a comunidade com carros-pipa.

Festa natalina

O resgate da cultura principalmente na região central foi o marco do governo Flávio Dino. Já está sacramentado no calendário a festa do período natalino na Praça Dom Pedro II com o videomapping, aquela projeção no Palácio dos Leões que atrai a multidão. Este ano também teve o Papai Noel em desfile guiado pelo grupo Companhia de Cambalhotas, teatro de bonecos, a Árvore Cantante, grupos de corais, apresentação de ballet e teatro no palco montado em frente ao Tribunal de Justiça do Maranhão.

Pesquisa

O programa Ponto Continuando, da rádio Mais FM, encerrou o debate político de 2019 divulgando a última pesquisa eleitoral do ano. A pesquisa realizada pelo instituto DataM aponta que o ano termina com a liderança de Eduardo Braide com 41,6%, seguido da ex-governadora Roseana Sarney, com 9,9%. A partir de 2020, todas as pesquisas para serem divulgadas precisam de registro na Justiça Eleitoral.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *