Sá Marques mantém greve de fome e atuação na Câmara com mais denúncias

O vereador Sá Marques já está chegando ao sétimo dia de greve de fome acampado em frente à prefeitura de São Luís. O vereador pede isonomia em relação ao uso dos recursos do empréstimo que estão sendo aplicados pelo programa São Luís em Obras.

Além do protesto, o vereador não deixou de estar presente nas sessões da Câmara Municipal de São Luís. Na sessão desta terça-feira (11), o vereador denunciou que o projeto de repasse do abono excepcional para os professores com a sobra do Fundeb era um cheque em branco

“O prefeito tenta ludibriar a categoria dos educadores utilizando o recurso do Fundeb. A Câmara Municipal demonstra absoluta subserviência ao aprovar este projeto. Na mensagem enviada, os valores do recurso do Fundeb e os educadores a receberem estes valores serão definidos por decreto do Excecutivo. Querem que a Câmara Municipal assine um cheque em branco”, afirmou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.