Sá Marques critica percentual de 2,6% de reajuste para os professores de São Luís: “um deboche”

Projeto de reajuste chegou nesta quinta-feira (26) à Câmara e sofreu duras críticas de vereador

Foi apresentada na Câmara Municipal a mensagem 027/2020 sobre reajuste dos professores. A proposta reajusta o salário em 2,6%. O percentual causou revolta em alguns vereadores. O vereador Sá Marques criticou duramente o baixo percentual de reajuste, que sequer cobre a inflação.

“É um verdadeiro acinte, um deboche, um tapa na cara dos educadores, que nem chega a ser recomposição da inflação. Lembramos que a câmara aprovou 100% de reajuste para os procuradores e auditores fiscais. Não critico o reajuste destas categorias, que merecem um salário justo, mas é para mostrar a imoralidade do que está sendo proposto para os educadores, que constituem a verdadeira base de qualquer nação que se arvora enquanto grande”, afirmou Sá Marques.

A mensagem com o reajuste foi encaminhada para as comissões técnicas para ser avaliada e depois retornará para votação do plenário da Casa.

Sá Marques afirmou que assim que o  projeto retornar para votação, irá convocar todos os educadores para observarem, pois as sessões estão sendo online.

“Parabenizo a professora Elizabeth [presidente do sindicato da categoria], que está permanentemente ao nosso lado dando pressão para que a Câmara Municipal olhe com mais cuidado para os educadores, a exemplo do que aconteceu no rateio da verba do Fundeb, quando ela esteve conosco junto com outros educadores fazendo vigília, mas infelizmente eles perderam R$ 5 milhões de forma injusta. Mas o combate será permanente. Iremos lutar muito para que esta imoralidade não passe”.

Estado de emergência

Foi aprovado também na Câmara Municipal por unanimidade o estado de emergência em São Luís para o combate ao coronavírus.

1 pensou em “Sá Marques critica percentual de 2,6% de reajuste para os professores de São Luís: “um deboche”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *