Restrições do comércio na Grande Ilha continuam na próxima semana; interior pode ter flexibilização

Em coletiva na manhã desta quinta-feira (9), o governador Flávio Dino adiantou que no decreto que será assinado no sábado (11), todas as medidas restritivas na Ilha de São Luís serão mantidas na próxima semana. O governo do Maranhão tem feito avaliações semana a semana para verificar a possibilidade de abertura de determinados setores do comércio sem por em risco a saúde das pessoas diante da pandemia do coronavírus.

A novidade é que outras regiões do estado podem ter abertura para outros setores, uma vez que a grande concentração dos casos de coronavírus se encontra em São Luís.

“Com relação a outras regiões, vamos estudar o boletim número sete junto com o comitê científico e no sábado fazer nova determinação”, afirmou.

Desde ontem, a entrada e saída de veículos de passageiros como vans, ônibus e microônibus estão proibidos. O objetivo é justamente evitar que com as viagens da semana Santa, o coronavírus se espalhe pelo interior do Maranhão.

O governador afirmou que com a inauguração do hospital das Clínicas e a disponibilização do Hospital da Mulher pela prefeitura de São Luís, como duas unidades exclusivas para o combate ao coronavírus, a capital está preparada para a demanda. “Em São Luís, a taxa de ocupação de leitos ainda está tranquila. Hoje, 95% dos casos estão na Ilha. Estamos vendo vários estados tendo que fazer hospitais improvisados, em tendas. Por enquanto, temos as vagas e não queremos que São Luís chegue nesta situação”. Mas fez a ressalva de que ainda depende da chegada de mais respiradores. “Temos o espaço físico, mas os equipamentos são fundamentais. A carga de respiradores comprados pelo governo do Maranhão começou o transporte hoje”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *