O completo sumiço de Eduardo Braide em meio à maior crise de São Luís

Muitas pessoas têm me falado sobre a discreta atuação do prefeito Edivaldo Holanda Júnior em meio à pandemia do coronavírus. A impressão parece muito mais causada pela característica pessoal do prefeito, que sempre foi discreto, do que realmente pelo trabalho realizado. A prefeitura está higienizando espaços públicos, foi bem sucedida na vacinação contra H1N1 evitando mais doenças respiratórias, colocou o hospital da Mulher exclusivamente para covid-19 e unidades básicas exclusivamente para sintomas gripais leves. Têm ações, embora o prefeito pessoalmente seja discreto. Ele sempre foi assim. Está até fazendo mais pronunciamentos agora.

Mas se a percepção é de pouca aparição do prefeito neste momento, vale um exercício sobre o “se”. Pensemos se o deputado federal Eduardo Braide tivesse vencido as eleições de 2016 e estivesse em sua segunda experiência administrativa – a primeira foi como presidente da Caema e não deixou saudades para a população da capital.

Fazem exatos dois meses que foi confirmado o primeiro caso de coronavírus no Maranhão. Em dois meses, o que fez o deputado federal Eduardo Braide, que ainda é favorito para as eleições deste ano?

Braide é deputado federal e tem plenas condições com o mandato em Brasília de buscar recursos, destinar emendas, influenciar votações e articular pautas em favor da cidade. Se fosse líder, o deputado deveria estar à frente sua bancada aliada na Câmara de São Luís nas votações, na condução dos temas, nas ações de enfrentamento ao vírus e maior aceitação ao isolamento social dentro dos bairros.

Aliás, o que pensa Eduardo Braide sobre isolamento social? E sobre cloroquina? Ele acredita que o coronavírus é um problema sério e centenas de ludovicenses estão morrendo ou é só uma “gripizinha”?

Não é possível que, em meio à maior crise sanitária do mundo e de São Luís nas últimas décadas, a cidade não faça a mínima ideia do que pensa, de como age, da capacidade de gerenciar crises do político favorito para ser o próximo prefeito da capital do estado.

Que pese erros e acertos, os outros políticos que fazem oposição ao governador Flávio Dino têm ido para a linha de frente. As pessoas sabem o que eles pensam e podem concordar ou discordar, sabendo exatamente o posicionamento de cada um. Ontem, os principais políticos de oposição participaram de uma entrevista com os jornalistas Gilberto Léda e Linhares Júnior. E por que Eduardo Braide não participou? Que líder é esse que se esconde?

O deputado simplesmente tem a oportunidade diante da crise de demonstrar que o eleitor poderia ter “acertado” se o escolhesse em 2016 e não o faz. Braide segue a tática de tentar ser esquecido até a eleição. E espera que o eleitor esqueça mesmo que no momento de maior crise da cidade ele simplesmente desapareceu.

4 pensou em “O completo sumiço de Eduardo Braide em meio à maior crise de São Luís

  1. Interessante Clodoaldo, Eduardo Braide, que tem destinado emendas de forma permanente para a prefeitura de São Luís, inclusive quando era Deputado Estadual, tu fala que ele está sumido, e o prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Jr, que está em quarentena a 89 meses, dormindo no cargo, tu não fala e nem cobra nada? amigo, dinheiro a prefeitura de SL, tem recebido, inclusive do Braide, o que tá faltando é o grupo do prefeito e do governador, fazer o que eles prometeram para o povo da ilha, que tal? Até agora, eles não cumpriram nem a metade das promessas feitas. No minimo estranha esta tua cobrança do Eduardo Braide, tem que acordar Clodoaldo, é esta turma beneficiada pela viúva…

  2. Engraçado se vc blogueiro não se.informa primeiro procure saber sobre as emendas que o Deputado Braide tem enviado não só ao município como ao estado …agora faço a pergunta kd os senhores vereadores de São Luis e o prefeito p explicar sobre os matériais de ÉPICA encontrado não vi um blogueiro comentando sobre pq.sera

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *