Prefeitura de Santa Helena diz que responsáveis por “marcha” serão punidos

Por meio de nota, a prefeitura municipal de Santa Helena informou que repudia a marcha realizada neste domingo (31) que reuniu centenas de pessoas em um ato “contra” o coronavírus e contra o uso de máscaras. No final do ato, ainda houve queima de máscaras.

A prefeitura informou que já reuniu as informações e encaminhou para o Ministério Público para que os responsáveis sejam punidos. O ato realizado por líderes religiosos reuniu pessoas de Santa Helena e Turilândia.

Confira a nota

A Prefeitura de Santa Helena vem a público manifestar repúdio a cerca da ‘Passeata contra o novo coronavírus’ realizada, neste domingo (31), nas ruas do município.

O grupo, de aproximadamente 300 pessoas, veio de Turilândia até a nossa cidade, descumprindo as normativas do decreto municipal em vigor, que torna obrigatório, entre outras medidas, o uso de máscaras e o distanciamento social.

Um ato ofensivo à cidade e à população, que não passará impune. Reunimos todas as informações e já encaminhamos ao Ministério Público para apuração dos fatos e punição dos responsáveis.

Vamos seguir agindo conforme as orientações da Organização Mundial de Saúde, para diminuir o contágio e proteger vidas.

Ratificando informação divulgada pela emissora, temos atualmente 517 casos confirmados para a Covid-19 em nosso município, o que reforça a necessidade de compreensão e contribuição ativa de todos para a desaceleração da curva de infecção

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *