Com poucas variações, pesquisa mostra indefinição: mais da metade do eleitorado sem candidato

A pesquisa do instituo Prever, divulgada pelo Blog do Diego Emir, trouxe poucas variações para a única pesquisa que já havia sido divulgada, do instituo DataIlha, ainda no começo do ano, pelo Blog do Clodoaldo Corrêa. A liderança de Eduardo Braide (Podemos) folgada, seguido à distância por Duarte Júnior (Republicanos) e Wellington do Curso (PSDB) e os demais embolados mais abaixo. A pesquisa indica que Adriano Sarney pode ter pego boa parte do percentual de Roseana Sarney (MDB), que não será candidata.

Mas, assim como a pesquisa realizada no começo do ano, a Prever só mostra o pouquíssimo interesse do eleitor ainda com o processo eleitoral. Na pesquisa espontânea, quando não são apresentados os nomes dos candidatos, 54% não sabem em quem votar. Neste cenário, Eduardo Braide tem apenas 18,8%, o que pode ser considerado o voto mais consolidado, já que o eleitor não precisou ser lembrado dos nomes dos candidatos. Quando é feita a pesquisa estimulada e o eleitor se depara com os nomes dos pré-candidatos, levam vantagem os dois únicos que já disputaram a prefeitura: Braide e Wellington do Curso, que são conhecidos do eleitorado.

A pesquisa do Instituto Prever, contratada pela Farol Comunicação e Marketing, ouviu 1.006 entrevistas, entre os dias 29 de junho e 2 de julho e tem margem de erro máxima de 3 pontos percentuais, para mais ou para menos, e índice de confiança é de 95%. A pesquisa está registrada com o seguinte protocolo MA-04571/2020.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *