Deputados estaduais destacam decisão do STF e criticam abusos de Moro na ação contra Lula

O presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, Othelino Neto (PCdoB), e o deputado petista Zé Inácio destacaram, na sessão desta quarta-feira (5), a decisão da 2ª turma do Supremo Tribunal Federal (STF), ocorrida ontem (4), em que invalida o uso de delação do ex-ministro Antonio Palocci em ação penal contra o ex-presidente Lula, divulgada pelo então juiz da Lava Jato, Sérgio Moro.

De acordo com o colegiado do STF, Moro agiu politicamente ao incluir a colaboração de Palocci nos autos do processo envolvendo a Odebrecht e o Instituto Lula.

Para Othelino Neto, foi uma decisão acertada, apesar de tardia. “O STF começa a corrigir distorções que ocorreram comandadas pelo ex-juiz federal Sérgio Moro e que, infelizmente, impactaram nas eleições do país. Mas a justiça, embora tardiamente, começa a ser feita, e essas decisões de cunho político-partidárias de Moro devem ser devidamente corrigidas pela Suprema Corte do Brasil”, pontuou o chefe do Legislativo.

Na tribuna, Zé Inácio também comemorou a retirada da delação de Palocci da ação contra Lula. Segundo ele, Moro teve a intenção de prejudicar Fernando Haddad, candidato a presidente do Brasil nas eleições de 2018.

“Todo esse processo articulado contra o presidente Luta teve um forte reflexo na última eleição. Foi uma decisão que já havia sido proferida há mais de três meses, juntada aos autos do processo faltando seis dias para o primeiro turno das eleições, com o único objetivo de influenciar o pleito eleitoral, garantindo que houvesse o segundo turno para acabar com as chances de Haddad”, alegou o parlamentar.

Zé Inácio acredita que o resultado das eleições presidenciais poderia ter sido diferente. “Fez com que o povo brasileiro elegesse um presidente que não se preocupa com o desenvolvimento do nosso país, ao invés de eleger um professor comprometido com desenvolvimento econômico, social e educacional do país”, completou o deputado.

1 pensou em “Deputados estaduais destacam decisão do STF e criticam abusos de Moro na ação contra Lula

  1. Agora sim estão usando a indumentária correta… Desde o princípio dos tempos que todo bandido usa máscara… Agora a ALEMA virou a casa dos 40 e poucos LADRÕES…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *