Eduardo Braide começa a fazer propaganda nas redes sociais com o slogan “SLZ pode ter mais”

O deputado federal e pré-candidato a prefeito de São Luís, Eduardo Braide começou a ter superprodução de campanha já com vídeo muito profissional distribuído nas suas redes sociais. Se este tipo de propaganda se caracteriza como propaganda antecipada o Ministério Público Eleitoral e a Justiça Eleitoral devem dizer, uma vez que foi feito malabarismo para encaixar a propaganda nos limites da pré-campanha.

O fato é que o profissionalismo da peça publicitária demonstra uma estrutura de campanha já atuando na pré-campanha, o que pode caracterizar gasto excessivo que pode desequilibrar o pleito.

No vídeo, o conceito da campanha de Braide já pode ser percebido. A descrição de que “São Luís pode ter mais” e a ideia de que o pré-candidato agora está “pronto”, como se tivesse amadurecido desde a última eleição.

“Eu quero fazer mais porque São Luís pode ter mais”, diz Braide no final do vídeo, aí dando uma ideia mais clara de campanha.

Outro fato notado na peça é que o staff de Braide evita o confronto mais direto com a gestão de Edivaldo Holanda Júnior. Com o prefeito melhorando sua avaliação a cada dia, o pré-candidato do Podemos dá a ideia de que “embora a cidade tenha melhorado, ela poderia ter mais com a sua administração”.

Maior representante do sentimento anti-Edivaldo, a campanha de Braide mostra medo do tamanho do crescimento do atual prefeito e fica na defensiva.

 

Propaganda antecipada

Vale lembrar que Braide já responde por propaganda antecipada por ter participado de live do Boi de Santa Fé promovida pela TV Mirante em ampla exposição (relembre). Braide venceu na primeira instância, mas o Ministério Público Eleitoral recorreu da decisão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.