Palavra final do PT em São Luís será mesmo da direção nacional

Está oficializado pelo diretório nacional do PT que a definição em São Luís passará pelo seu crivo. O Partido dos Trabalhadores definiu que nos municípios entre 20 mil eleitores e 100 mil, que as alianças municipais sejam obrigatoriamente referendadas pela Executiva Estadual. Já para os com mais de 100 mil eleitores, a palavra final será da direção nacional.

São Luís e outros 212 municípios ainda irão realizar Encontros Municipais para definir qual a posição do partido para eleições 2020. No caso de São Luís, a Nacional que definirá a posição do partido.

A direção nacional já referendou a aliança com o candidato Dinair Velozo (PSB) em Timon e em Caxias vetou a aliança com o Prefeito Fábio Gentil que tinha sido aprovada pelo Encontro Municipal.

A segunda maior cidade do estado, Imperatriz, já realizou o encontro municipal, definindo pela aliança com o deputado Marco Aurélio (PCdoB), porém, ainda falta a aprovação da direção nacional.  Pinheiro e Paço do Lumiar também já realizaram seus encontros, definindo alianças com os respectivos prefeitos Luciano Genésio (PSB) e Paula da Pindoba (PCdoB). Essas alianças vão ser analisada na próxima reunião da Executiva Estadual.

É certo que com menos de um mês para o início das convenções partidárias, que devem começar no dia 31 de agosto, o partido terá que agilizar suas definições nos Encontro Municipais referendadas pela Executiva Estadual do PT.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *