Com muitos figurões e poucos coadjuvantes, PDT não elegerá nomes poderosos em São Luís

Já há algum tempo como a principal força da Câmara Municipal de São Luís, o PDT terá problemas na eleição deste ano pela falta de “calda” para eleger uma base grande de vereadores.

O partido tem cinco vereadores de mandato, mas são sete nomes muito fortes. Estão no partido Osmar Filho, Pavão Filho, Raimundo Penha, Ivaldo Rodrigues, Nato Júnior, além do ex-vereador Fábio Câmara e do ex-secretário de trânsito e transporte, Canindé Barros.

Na convenção, foram homologadas apenas 22 candidaturas a vereador do PDT. Ou seja, é muito improvável que somente com estas candidaturas o partido consiga fazer quociente para eleger 5 vereadores. Esta é a primeira eleição sem direito a coligação proporcional. Assim, cada partido só terá seus próprios votos para contar na distribuição das cadeiras.

Dos sete nomes poderosos, pelo menos três correm sério risco de ficar fora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *