Flávio Dino não usou bóton de Duarte em nenhum momento da campanha

O governador Flávio Dino passou um recado ao ir votar neste domingo (29). O chefe do executivo maranhense não quis em nenhum momento desta campanha no segundo turno associar sua imagem a do partido Republicanos, legenda dos filhos de Bolsonaro e que pode ser a legenda do próprio Bolsonaro.

Flávio Dino escolheu ir votar com a camisa vermelha com a inscrição “Lula Livre” reafirmando seu posicionamento nacional alinhado à esquerda e já pensando no cenário nacional. Dino não falou em Duarte durante a votação e seu discurso foi pela democracia, contra a ditadura militar homenageando Lula. Na entrevista, falou da conjuntura nacional de aproximação de esquerda no segundo turno e não de São Luís.

O governador preferiu não usar o azul e nem o bóton com o número 10 e não se associar ao Republicanos.

O governador encerra este processo sem ter utilizado em nenhum momento o número 10. O governador, que fez tanto esforço para que todos os seus aliados fizessem campanha e votassem em Duarte Júnior, não quis se associar ao partido de Duarte. E fechou o segundo turno mostrando que segue com o olhar para o Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *