Neto foi o único constrangido a entrar de cabeça na campanha

Este segundo turno está marcado por muito constrangimento e incoerências, sobretudo pelos duros posicionamentos de todos os candidatos no primeiro turno. Foi assim em relação a Rubens Júnior (PCdoB) com Duarte Júnior (Republicanos), e Neto Evangelista (DEM), Yglésio Moyses (PROS) e Wellington do Curso (PSDB) com Eduardo Braide (Podemos).

Mas, o único constrangido que entrou até agora de cabeça na campanha foi o democrata, que parece estar mais animado com os atos de Braide do que dele próprio. Neto está apostando alto na vitória de Braide. Até o momento, Rubens, Yglésio e Wellington só foram vistos nos eventos de anúncio de apoio. Wellington ainda este em um ato ontem à noite de forma discreta.

Neto foi o nome que mais bateu em Braide no primeiro turno. Ele foi o responsável por comprovar que o candidato do Podemos era investigado pelo Ministério Público Federal (MPF), e fez questão de enfatizar que era por “desvio de dinheiro público”. O democrata disse ainda que o adversário foi reprovado como gestor, quando passou pela Caema e pela Secretaria de Orçamento Participativo.

Yglésio foi outro que bateu muito em Braide, e hoje, constrangido, está ao lado dele no segundo turno das eleições em São Luís. O deputado do PROS fez graves denúncias de esquemas envolvendo emendas do parlamentar do Podemos e a Prefeitura de Icatu. O caso foi parar na justiça e Yglésio reclamou até de censura por parte do adversário.

O caso de Wellington do Curso foi outro emblemático. Depois de levar rasteira da dupla Roberto Rocha/Eduardo Braide e ser impedido de sair candidato a prefeito, o tucano passou dias estrebuchando palavras de ódio contra a dupla, mas ontem anunciou apoio a Braide.

Outro caso foi o de Rubens Júnior. Chamado de bandido por Duarte, o comunista declarou apoio no segundo turno ao republicano após pedido de desculpas. Ontem, ele oficializou sua posição, mas ainda não entrou, de fato, na campanha. Até nas redes sociais ele continua tímido.

De todos os constrangimentos ocorridos no primeiro turno das eleições, o único que parece ter superado, e bem, foi Neto Evangelista. E pela incoerência ele tem sido muito atacado nas redes sociais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *