Após sucesso do coletivo Nós, jovem negro quer ser candidato a senador pelo PT

O sociólogo, advogado e atual secretário estadual LGBT do PT no Maranhão, Paulo Romão, anunciou neste domingo (06) que deseja ser candidato ao senado em 2022 pelo Partido dos Trabalhadores. Com 35 anos de idade, Romão tem muitos anos de PT, e se credencia para encarar a disputa.

O postulante é: jovem, negro, gay, com longa caminhada na direção estadual do partido, e quer entrar na disputa em um momento  fundamentação de renovação no PT maranhense.

A renovação dos quadros do PT no Maranhão já pode ser vista com a eleição do Coletivo Nós para a Câmara Municipal de São Luís este mês, em que seis jovens petistas ousaram apresentar uma proposta diferente – e tiveram sucesso.

“Muitos vão aplaudir minha ousadia, outros vão se espantar com a minha loucura, mas aos 35 anos eu já posso ser muitas outras coisas na vida e decidi que quero ser Senador da República pelo PT. […] Quero que o PT me oportunize a disputar o eleitorado maranhense para ser o senador que efetivamente represente nossa maranhensidade. Quero ter a oportunidade de apresentá-la para o debate público na sociedade e nas instâncias de nosso partido”, declarou em carta aos dirigentes do partido.

1 pensou em “Após sucesso do coletivo Nós, jovem negro quer ser candidato a senador pelo PT

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.