Duas das principais festas privadas de Réveillon são canceladas na Grande Ilha

Shows de Tierry e grupo Menos é Mais cancelados

Após o Ministério Público solicitar rigor na fiscalização sobre medidas sanitárias das festas de Réveillon (reveja aqui), pelo menos duas grandes festas foram oficialmente canceladas na Ilha de São Luís.

A primeira festa cancelada foi a Paradise Hits, que teria o cantor Tierry como principal atração. O evento estava sendo promovido pela casa São Luís Master Hall. A produtora informou que começou a devolver o dinheiro dos ingressos desde ontem (26). foi informado apenas que o show estava sendo cancelado “por motivo de força maior”.

Quem também cancelou o show de Réveillon foi a 4 Mãos. O evento seria realizado no Val Paraíso e teria o grupo de pagode Menos é Mais como principal atração.

O curioso é que a 4 Mãos informou na nota de cancelamento que tomou todas as medias de segurança sanitária com “quatro espaços destinados aos convidados, todos obrigatoriamente de mesas, distribuídas em módulos de 150 pessoas, cada, com o distanciamento exigido, aplicando-se as normativas pertinentes a bares e restaurantes”. Mas ela tomou todas as medidas porque teve que cancelar? Qual o receio? As regras continuam sendo as mesmas e os eventos dentro destes critérios estão autorizados.

Em todo o Brasil está ocorrendo o mesmo. O poder público não está fazendo festas de Réveillon e muitas festas privadas que estavam programadas foram canceladas ao longo da semana. Em algumas cidades pelo aperto mesmo pelos altos índices de covid-19 e outros, como em São Luís, porque os produtores não tiveram a venda de ingressos que imaginavam e utilizam a desculpa da pandemia como muleta.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.