Edivaldo inaugura dois Ecopontos no bairro Calhau

Mais dois Ecopontos – na Avenida dos Holandeses e na Avenida Borborema, ambos no Calhau – foram entregues pelo prefeito Edivaldo Holanda Junior na tarde desta segunda-feira (21). Com mais essa entrega, São Luís passa a contar com 23 equipamentos do tipo em pleno funcionamento. Referência nacional na política de resíduos sólidos, São Luís segue avançando para se tornar uma das cidades mais sustentáveis do país graças aos investimentos feitos pelo prefeito Edivaldo. Os equipamentos estão aptos a receber entulhos de construção civil, resto de podas de árvores, descarte de equipamentos eletrônicos e materiais recicláveis em geral, como garrafas PET, papel e papelão, entre outros.

“Estamos entregando dois equipamentos muito importantes. Temos investido bastante nos últimos anos para a profissionalização da gestão de resíduos sólidos de nosso município com intuito de promover uma São Luís mais sustentável. Para isso, também transformamos o antigo aterro da Ribeira em uma Centro Ambiental onde dispomos de equipamentos importantes para reciclagem de resíduos sólidos, dentre outras coisas, gerando emprego e renda, além de conscientização, que é muito importante para que possamos viver com mais qualidade de vida”, disse o prefeito Edivaldo, que esteve acompanhado da primeira-dama, Camila Holanda, da presidente do Comitê Gestor de Limpeza Urbana de São Luís, Carolina Moraes Estrela. Também participaram do evento a deputada estadual Helena Duailibe; o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil – seccional Maranhão, Thiago Diaz e o vereador eleito Batista Matos.

Nos dois equipamento localizados no Calhau foram construídas plataformas elevadas para manobra e descarga de veículos e carroças. As plataformas dão acesso às caçambas de aço, que recebem o material trazido pelos usuários. Cada caçamba destina-se a receber um tipo diferente de material, como restos de construção civil, poda de árvores e capina, papelão e plásticos, entre outros.

O pátio central e demais dependências dos dois Ecopontos são constituídas de piso concretado e área de manobra coberta de pedra brita. Completando o sistema de triagem, uma estrutura de concreto armado e paredes de alvenaria formam as quatro baias de separação de recicláveis (papel, papelão, metais, garrafas pet, entre outras).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.