Ribamar: procuradoria geral eleitoral em Brasília emite parecer contra Julinho no TSE

Blog do Neto Cruz – Começou a tramitar no Tribunal Superior Eleitoral o recurso contra a eleição de Júlio Matos, o Dr. Julinho. O julgamento já começou com resposta negativa para Julinho.

A procuradoria geral eleitoral deu parecer a favor do indeferimento da candidatura. O parecer é assinado pelo vice-procurador geral eleitoral, Renato Brill de Góes.

O recurso foi interposto pelo Ministério Público Eleitoral e pela coligação “Pra Frente, Ribamar” contra a decisão do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão, que liberou a candidatura de Julinho em apertado placar de 3 a 2 contra o voto do relator e o parecer ministerial.

A procuradoria geral eleitoral, em Brasília, lembrou que Julinho teve as contas consideradas irregulares pelo pagamento volumoso de serviços no montante de “R$ 3.976.497,14, sem cobertura contratual e sem prévia licitação” quando foi diretor da maternidade Benedito Leite.

Ele lembrou de todo o manejo que foi feito pelo Tribunal de Contas do Estado para “limpar” as contas de Julinho a fim de que ele pudesse ser candidato.
“O que se nota, a bem da verdade, é que houve um notório desvirtuamento das máquinas administrativas e judiciárias do Estado do Maranhão por parte do candidato, com inequívoco propósito de reverter, sob qualquer pretexto e meio, o julgamento irregular de suas contas a que procedeu inicialmente o Tribunal de Contas estadual”. Para ele, fica claro que neste processo, “já foram praticadas inúmeras manobras subversivas para se encobrir as inelegibilidades”.

Com a clara situação de inelegibilidade, a procuradoria geral eleitoral deu parecer pelo provimento dos recursos especiais, para que se reconheça a inelegibilidade do candidato Júlio César de Souza Matos e, por conseguinte, seja indeferido seu registro de candidatura.

1 pensou em “Ribamar: procuradoria geral eleitoral em Brasília emite parecer contra Julinho no TSE

  1. Não te alegra Eudes, nós ainda queremos saber cadê o dinheiro da merenda escolar desse ano? Foi distribuído para os alunos, um resto de merenda de março em abril, e só!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.