Defensoria Pública recomenda que São Luís vacine retardatários e abra novos pontos

A Defensoria Pública do Estado do Maranhão recomenda adoção de medidas para aumento da cobertura vacinal contra o covid-19 da população de São Luís, capital do Maranhão.

O documento é direcionado à Secretaria Municipal de Saúde de São Luís e recomenda que sejam adotadas medidas administrativas. Entre elas, a abertura de salas de vacinação nos bairros de São Luís onde a vacinação não chegou a 30% de pessoas vacinadas com a 1ª dose, para todas as idades vacináveis, 18 anos ou mais, visando à garantia de acesso à vacinação para a população vulnerável com menor cobertura vacinal da cidade.

A recomendação também determina a permissão de pessoas que perderam o dia de sua vacinação elegível pela idade, chamados “retardatários”, possam se dirigir a qualquer sala de vacinação da cidade e em qualquer dia para serem vacinados.

A Secretaria de Saúde tem o prazo de 10 dias para enviar informações acerca das providências iniciais adotadas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.