Dino defende Mourão no governo como uma saída de transição diante da crise com STF

O governador Flávio Dino (PSB) concedeu entrevista ao portal UOL e falou sobre o atual cenário de crise entre o presidente Jair Bolsonaro e os ministros do STF.

“O Mourão é uma pessoa mais à direita, mas não se comportaria como um arruaceiro, como um bagunceiro. Seria uma saída de transição quem sabe ou será uma saída de transição uma vez que Bolsonaro a essa altura está atormentado de desgovernado, inclusive, psicologicamente. Então, talvez fosse uma saída de transição para que haja eleições em paz no Brasil”, disse o governador.

Flávio Dino declarou que se as eleições presidenciais em 2022 ocorrerem com esse “clima gerado pelo Bolsonaro” é possível que o país se depare com confrontações e uma possível guerra civil.

1 pensou em “Dino defende Mourão no governo como uma saída de transição diante da crise com STF

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.