Governo anuncia 3° dose de vacina contra a Covid-19 para idosos e imunossuprimidos

O Governo do Maranhão anunciou, para o dia 15 de setembro, o início da aplicação da terceira dose de vacina contra a Covid-19 para idosos e imunossuprimidos.

A administração da dose de reforço foi autorizada pelo Ministério da Saúde a partir de uma solicitação do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (CONASS), presidido pelo secretário de Estado da Saúde do Maranhão, Carlos Lula.

Nesta primeira etapa, devem receber a vacina os idosos com mais de 70 anos e as pessoas imunossuprimidas que tomaram a segunda dose da vacina há pelo menos seis meses. Entre os imunossuprimidos estão pacientes renais crônicos, pessoas em tratamento contra o câncer ou doenças como HIV.

“A terceira dose já vem sendo aplicada em outros países e vínhamos debatendo o assunto no âmbito do CONASS. A necessidade da dose de reforço à população mais frágil foi apresentada pelo conselho ao Ministério da Saúde, a fim de ampliarmos a proteção da população brasileira. Em paralelo a esse trabalho, seguimos incentivando e alertando as pessoas para que tomem a segunda dose da vacina, que garante a proteção contra a doença”, destaca o secretário Carlos Lula.

Independente do imunizante utilizado na primeira e segunda dose, para a dose de reforço será utilizada uma dose de vacina da Pfizer, considerando estudos científicos e experiências de outros países, que indicam que uma terceira dose da vacina pode aumentar a proteção contra casos graves e hospitalizações entre idosos.

A terceira dose será disponibilizada ao público-alvo gradativamente, de acordo com o envio das doses pelo Ministério da Saúde e o cronograma de aplicação estabelecido pelos municípios.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.