Em fato inédito, Câmara de Timon reprova orçamento

A Câmara de Vereadores de Timon reprovou, nesta quarta-feira (02), o orçamento proposto pela Administração Municipal, sob a gestão da Prefeita Dinair Veloso.

O orçamento precisa ser aprovado por maioria absoluta e a prefeita detém somente da maioria simples.

A decisão dos vereadores para perseguir a prefeita gera incerteza sobre a administração, insegurança jurídica e prejudica até o repasse para própria Câmara.

Eles alegam que a prefeitura tem diminuído orçamento de secretarias importantes. Mas a verdade é que essa situação, segundo informações, foi articulada pelo grupo de vereadores ligados ao deputado Rafael Brito, que rompeu a família Leitoa após as eleições municipais.

Para fazer alterações de dotações de secretarias, os vereadores poderiam ter feito por emendas e não rejeitar o orçamento, algo que nunca ocorreu em nenhuma Câmara no país.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.