Weverton lidera isolado em todos os cenários de pesquisa da Exata

Levantamento feito pelo Instituto Exata no período de 15 e 19 de março, ouvindo 1.400 pessoas (registro: MA-02272/2022), aponta que o senador Weverton (PDT) lidera isoladamente em qualquer configuração da disputa eleitoral para governador do Maranhão.

A Exata testou os eleitores com todos os nomes que falam em ser candidatos ao governo do estado. Nesse cenário, Weverton tem 23% das intenções de voto na pesquisa estimulada, ou seja, quando os nomes dos pré-candidatos são apresentados aos entrevistados. O atual vice-governador Carlos Brandão foi mencionado por 16%; seguido pelo senador Roberto Rocha com 13%. Edivaldo Holanda Jr aparece com 12% das intenções no levantamento. Lahesio Bonfim aparece com 10%; Josimar do Maranhãozinho tem 6%; Simplício Araújo, 2%. Hertz Dias tem menos de 1% de intenções de votos. 8% dos eleitores disseram que votariam em branco ou nulo e 10% não sabem ou não responderam

Em todos os outros cenários a diferença entre Weverton e o vice-governador só aumenta. Sem Josimar e Simplício Araújo, Weverton aparece com 25%; Brandão, 17%; Roberto Rocha, 14%; Edivaldo Holanda Jr, 13%; e Lahesio,11%. Sem Roberto Rocha, Weverton aumenta a liderança para 31%. Brandão aparece com 19%; Edivaldo, 15% e Lahesio, 13%. E Weverton chega a 35% numa disputa entre apenas três nomes, enquanto Brandão teria 22% e Edivaldo teria 17%.

Senado

A pesquisa da Exata também ouviu os eleitores sobre as intenções de voto para senador. Se as eleições fossem hoje, Flávio Dino teria 51% dos votos, Roberto Rocha teria 20%, Edivaldo Holanda Júnior, 10%. Saulo Arcangeli, Paulo Romão e Antônia Cariongo teriam 1%, cada um. Não sabem ou não responderam 7% dos eleitores e 9% disseram que votariam em branco ou nulo.
Se apenas Flávio Dino e Roberto Rocha concorressem ao Senado, Flávio teria 56% das intenções de voto e Roberto Rocha teria 27%. Brancos e nulos somariam 11% e 6% não souberam ou não quiseram responder.
Num outro cenário de disputa, com Dino e Edivaldo Holanda Júnior, o governador teria 57% e o ex-prefeito de São Luís teria 21%.

Rejeição

Os eleitores também se manifestaram sobre em quem não votariam de jeito nenhum.

Na eleição para governador o nome mais rejeitado foi o de Josimar do Maranhãozinho, citado por 31% dos entrevistados, seguido de Carlos Brandão, em que 19% dos eleitores não votariam de jeito nenhum. O ex-prefeito Edivaldo Holanda Jr aparece com 17% no quesito rejeição. Simplício Araújo tem 15%; Weverton Rocha, 14%; Roberto Rocha, 13%; Enilton Rodrigues, 11%; Lahésio Bonfim, 9%; e Hetrz Dias 9%. Não votariam em nenhum, 21% e 33% poderiam votar em qualquer um deles. Não sabem ou não responderam somaram 9%.

Para o Senado os quatro primeiros colocados no quesito rejeição estão em um empate técnico: Paulo Romão, com 24%; e Flávio Dino, Saulo Arcangeli e Antônia Cariongo, com 22% cada um. Logo em seguida vem Roberto Rocha com 18% e Edivaldo Holanda Júnior com 15%. 27% disseram que poderiam votar em todos e 24% não votariam em nenhum dos nomes apresentados. Não sabem ou não responderam somaram 11%.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.