Após protestos do ferry, governo promete solução até o fim de semana

Caminhoneiros e trabalhadores de cooperativas de vans realizaram protesto e bloqueio das vias de acesso aos terminais da Ponta da Espera e do Cujupe, em São Luís e Alcântara. Eles reivindicam a melhoria na qualidade dos serviços prestados pelas empresas de transporte aquaviário. Além da precariedade, eles alegam que apenas três ferrys estavam operando e, desde o domingo (15), um deles parou de funcionar por problemas mecânicos.

Por causa disso, várias pessoas que compraram passagens antecipadamente não puderam realizar suas viagens. Segundo os manifestantes, os dois ferry boats da Internacional Marítima que estão operando não são suficientes para atender a demanda de passageiros.

Após rodada de negociação sobre a normalização do serviço de transporte aquaviário (ferryboat) entre a Agência Estadual de Mobilidade Urbana e Serviços Públicos (MOB) e empresas Serviporto e Internacional Marítima, o secretário chefe da Casa Civil, Sebastião Madeira, afirmou que este é um cenário com prazo curto para acabar. Madeira garantiu que na próxima quinta-feira (19) retorna da manutenção a embarcação Araioses, e anunciou contrato com uma empresa de Belém, e também o aluguel de uma outra embarcação, ampliando os horários de translado.

“O Governo Brandão está ciente de todas as questões que envolvem o transporte de ferryboat e não mede esforços para retomar plenamente esta atividade. A curto prazo, estamos viabilizando contrato com uma empresa de Belém, vamos alugar uma embarcação. A médio prazo, o Estaleiro Escola vai recuperar o segundo barco da Serviporto. E a longo prazo, o terceiro barco, também da Serviporto, será recuperado”, afirmou o chefe da Casa Civil.

Enquanto as empresas cuidam do restabelecimento da prestação de serviços e o Estado faz o intermédio na garantia de que as embarcações estejam aptas para atender às demandas dos diversos públicos, Sebastião Madeira reforçou a preocupação do governo em corresponder às reivindicações de segurança nos terminais de embarcação. “Sabemos da importância deste transporte para a população e mantivemos diálogo com a Polícia Militar para garantir maior tranquilidade a quem utiliza este meio de locomoção. A segurança está sendo reforçada”.

1 pensou em “Após protestos do ferry, governo promete solução até o fim de semana

  1. Esses políticos desejam sempre ir contra a população geral e enorme. E atrapalhá-la, como sempre o PT nos fez. O esquerdismo tacanho. OU PCdoB…

    Infraestrutura, 1º.
    Economia…
    Saúde & educação. Geral. E irrestrita. Isso sim.

    O Brasil precisa urgente voltar a qualidade de sua vida diária boa. Educação nas Escolas. Ter músicas realmente boas no dia a dia. E bons hospitais. O Brasil precisa urgente voltar a qualidade de sua música. PT venera a Indústria Cultural. Melhor para dominar. Literatura e alta cultura é de que o Brasil necessita a tempo nas nossas escolas e na educação das curuminhas. E de música boa. Esteticamente boa. A frente de tudo a qualidade de 1ª. Estética. Saúde da mente, portanto.

    Eis aí a pura e profunda realidade sociológica e filosófica: A “Copa das Copas®” do PT® em vez de se construir hospitais, construiu-se prédios inúteis! A Copa das Copas®, do PT© e de lula©. Nada se fez em 13 anos para esse mal brasileiro horroroso. Apenas propagandas e propagandas e publicidade. Frasinhas. Qual o poder constante da propaganda ininterrupta do PT®?

    Apenas um frio slogan, o LUGAR DE FALA do Petismo® (tal qual “Danoninho© Vale por Um Bifinho”/Ou: “Skol®: a Cerveja que desce Redondo”/Ainda: “Fiat® Touro: Brutalmente Lindo”). Apenas signos dessubstancializados. Sem corporeidade. Aqui a superficialidade do PETISMO®: Signos descorporificados. Sem substância. Não tem nada a ver com um projeto de Nação. Propaganda pura. O PT é truculento. O PT é barango politicamente.
    Apenas um frio slogan, o LUGAR DE FALA do Petismo®.

    “Assim como alguém pode reconhecer o rastro tortuoso de uma cobra, eu reconheço o rastro tortuoso de um vigarista como o lula”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.