Brandão celebra novo contrato com Eduardo DP publicado no dia de sua prisão

Nesta quarta-feira (20), a Polícia Federal realizou a ‘Operação Odoacro’, que desarticulou uma associação criminosa liderada pelo empresário Eduardo José Barros, conhecido como Imperador e Eduardo DP.

Eduardo DP foi um dos principais alvos da operação que foi realizada em São Luís, Dom Pedro, Codó, Santo Antônio dos Lopes e Barreirinhas, com 1 mandado de prisão e 16 de busca e apreensão. Segundo a Polícia Federal, o grupo promovia fraudes licitatórias, desvio de recursos públicos e lavagem de dinheiro envolvendo verbas federais da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf).

Um fato curioso é que o Governo do Estado, do governador Carlos Brandão (PSB), celebrou um contrato de mais de 22 milhões com a empresa investigada, com publicação no mesmo dia em que Eduardo DP foi preso.

No Diário Oficial, a resenha do contrato sob o nº 20/2022 entre a empresa Construservice Empreendimentos e Construções LTDA e o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura, com o objetivo de “execução dos serviços de manutenção, conservação e execução de pavimentação de rodovias estaduais, vias urbanas e vias rurais (vicinais) na regional de Santa Inês”.

O documento foi publicado ainda nesta quarta-feira (20). Vale destacar que ontem (19), véspera de ser preso, o empresário foi recebido na Secretaria de Estado de Infraestrutura, conforme a imagem abaixo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.