Política maranhense em notas

Tapetão do Conselho Tutelar

20151019_105930_resizedDesde ontem, a discussão tem sido intensa na Câmara Municipal de São Luís por uma anulação parcial ou integral da eleição dos Conselhos Tutelares, realizada no último dia 4. Candidatos derrotados têm feito pressão na galeria da Câmara pedindo a anulação do pleito. Os vereadores que não conseguiram eleger candidatos que apoiavam incentivam o protesto, como o vereador Manoel Rego (PTdoB), que pede uma nova eleição. Pereirinha (PSL) alfinetou o colega: “o problema é que o Nato [vereador do PRP] elegeu quatro conselheiros na área do Manoel Rego”. A briga deve continuar.

Vereadores sem partido

Vereador Ricardo Diniz

Com o aumento do prazo de filiação partidária para quem vai concorrer às eleições do próximo ano, vereadores que estavam desesperados atrás de novas legendas respiram mais aliviados e ganharam mais tempo para nova filiação. Dos que correram para trocar no início de outubro, dois ainda estão sem legenda. Estevão Aragão (ex-SD) e Ricardo Diniz (ex-PHS) estão sem legenda e esperam a movimentação até abril para definir o futuro partidário. Chaguinhas, que permanece no PSB, não tem intenção de continuar na legenda.

Greve e concessões  

greveassembleiaA Assembleia Legislativa já atendeu parcialmente a pauta de reivindicações do Sindicato dos Servidores da Casa, que entraram em greve nesta segunda-feira (19). De acordo com a Diretoria de Comunicação do Parlamento, já foi concedido aumento salarial em mais de 10%, reajuste do valor do ticket de alimentação em 25%, além de triplicar a verba de gratificação por qualificação. “O mais importante foi dado: aumento dos salários, dos tickets e da gratificação por função qualificada. Portanto, não se justifica em nosso entender nenhum tipo de manifestação que impeça o direito de ir e vir dos funcionários da Casa, dos deputados e dos visitantes”, acentuou o diretor Carlos Alberto Ferreira.

Após quase 10 meses

adrianoO deputado Adriano Sarney (PV), quase 10 meses após ser retirado da Comissão de Constituição e Justiça, resolveu reagir e anunciar que entrará na Justiça por ter sido excluído. O deputado disse que esperou todo esse tempo uma resposta de uma Questão de Ordem que havia impetrado e nunca houve manifestação. Ele foi substituído por não integrar mais o Bloco que lhe dava direito à indicação. Na interpretação do Regimento Interno do Verde, mesmo com a mudança, não poderia ter sido mudada a comissão.

Patacoada deve derrubar assessora da SSP

A chefe da assessoria de comunicação da Secretaria de Segurança Pública do Estado, Josilma Bogéa, não deve permanecer no cargo. O Blog apurou que a patacoada de informações sobre a prisão de jovens em uma festa no domingo, deve marcar a saída da assessora do cargo. A Polícia fez uma batida em festa na Avenida da Santos Dumont, mesmo local onde foram presos integrantes do “Bonde dos 40” em dezembro de 2014. Pelo local suspeito e com uma denúncia, a Polícia deteve os jovens, fez a averiguação e em seguida os liberou. Normal. Acontece que a assessora mandou nota para a Secom falando da “festa da facção criminosa”. Enquanto a Secom ainda a estava avaliando e apurando, a assessora também enviou as informações à Mirante, que divulgou em seus meios de comunicação a prisão dos membros da “facção criminosa”. O que gerou uma crise entre membros da cúpula da Segurança.

Peripécias de um diretor

O governador Flávio Dino tem que ficar de olhos bem abertos com um certo diretor de órgão estadual, que anda usando o nome do governador sem autorização em conversas com empresários. E pelo que o Blog está apurando, as conversas não parecem ser muito republicanas. É um palhaço, mesmo!

EMA diz que índios mantêm movimento na Assembleia

estadobarrigadaO jornal O Estado do Maranhão deu a maior barrigada neste sábado (11) já que a edição diz que os índios que protestavam na Assembleia não aceitaram acordo e permanecem no legislativo maranhense.

Essa era a informação até o início da noite desta sexta-feira (10). De fato, o jornal do sistema Mirante fecha seus cadernos logo no início da noite já que a impressão deve estar pronta até às 23h. Porém, por volta das 21h os índios fecharam o acordo e decidiram deixar o parlamento. às 21h40 este Blog informou em primeira mão a saída dos manifestantes da Assembleia Legislativa. Ainda havia tempo hábil para pelo menos colocar uma errata na capa.

Mas o jornal deve se retratar na edição deste domingo (12).

 

Política maranhense em notas

Assembleia aprova Programa Mais Empresas

A Assembleia aprovou nesta quarta-feira (10), em turno único e regime de prioridade, a Medida Provisória nº 200, que institui o Programa Mais Empresas. O referido Programa congregará e compatibilizará todas as ações do governo do Maranhão voltadas para o desenvolvimento da indústria e agroindústria maranhenses, observadas as diretrizes do planejamento governamental. Esses segmentos industriais ou agroindustriais receberão, a título de crédito presumido, incentivos que variam de 95 a 65% do valor do ICMS, com prazos que variam de 15 a 8 anos.

Secretário responde à rádio Mirante

O secretário estadual de Assuntos Políticos e Federativos, Márcio Jerry, entrou no ar ao vivo na rádio Mirante por telefone e respondeu com nível as “acusações” do programa Abrindo o Verbo, de que o governo seria “virtual”, por conta das postagens no Twitter. Com tranquilidade, Jerry desmontou os argumentos do programa. Ouça o áudio:

Escola em Tempo Integral

O Governo do Maranhão confirmou nesta quarta-feira (10) as 13 cidades que receberão os primeiros Núcleos de Educação Integral. O Ensino Médio Integrado em Tempo Integral é um dos eixos estruturantes do programa ‘Escola Digna’, maior programa de Educação Básica da história do Maranhão. As cidades de São Luís, Caxias, São José de Ribamar, Bacabal, Chapadinha, Santa Inês, Presidente Dutra, São João dos Patos, Açailândia, Pinheiro, Barra do Corda, Imperatriz e Viana são as primeiras a sediar os Núcleos, instituídos pelo governador Flávio Dino ainda nos primeiros dias de administração.

Roberto Jr. pleiteia recursos para São Luís

Roberto Rocha Junior.O vereador Roberto Rocha Júnior (PSB), apresentou o resultado de sua recente viagem à Brasília, onde foi pleitear recursos para São Luís, bem como acompanhar as emendas e projetos de interesse para o município. Júnior argumentou que devido aos fortes ajustes fiscais impostos pelo Governo Federal, os municípios precisam otimizar melhor as parcerias com a União para realizar projetos, atividades, serviços e aquisição de bens que venham beneficiar a população.O parlamentar ressaltou a importância que o gabinete do senador Roberto Rocha (PSB) está exercendo em Brasília, ao criar toda uma estrutura profissional de acompanhamento permanente para desburocratizar as transferências voluntárias das emendas para os municípios maranhenses.

Reajuste de 10% para servidores da AL

humbertosindicatoO presidente da Assembleia Legislativa, Humberto Coutinho, concedeu reajuste aos servidores da Casa. As gratificações de chefia serão reajustadas em 10,34%, percentual que também contemplará as perdas inflacionárias no período de 1º de maio de 2014 a 30 de abril de 2015. Mesa Diretora da Assembleia aumentou de R$ 500,00 para R$ 625,00 o valor do ticket-alimentação, prorrogou o concurso público por mais dois anos, a partir da dada de vencimento (outubro de 2015) e nomeará 17 excedentes até dezembro de 2015. A Mesa Diretora da Assembleia garantiu também que os servidores receberão o ticket-alimentação durante os 12 meses do ano (antes o benefício era retirado nas férias).

Assembleia: parecer positivo para concurso com 3 mil vagas para professores

Comissão de Educação da Assembleia deu ok para projeto do governo que fará concurso para professores.

Comissão de Educação da Assembleia aprova projeto do governo que fará concurso para professores.

Na manhã desta quarta-feira (20) durante a reunião da Comissão de Educação da Assembleia Legislativa, foi aprovado o Parecer do deputado Roberto Costa (PMDB), que também é presidente da Comissão, sobre o Relatório de Projeto do Governo, que autoriza a realização de concurso público para professor na rede estadual de ensino.

A aprovação garante três mil vagas e atende uma das maiores reivindicações da população no Estado. A carência de professores na capital e interior representa atualmente a maior demanda da educação no Maranhão.

A aprovação traz também como benefícios professores efetivados e melhorias na educação, uma vez que a substituição de professores contratados por efetivos garante a continuidade das aulas sem interrupção. “A rede precisa de professores efetivados, a atual política do estado vem priorizando as contratações, mas o professor contratado, além de ganhar menos que o efetivo, toda vez que necessita de contratação é necessário fazer um novo seletivo, atrasando o início das aulas e atrapalhando diretamente a qualidade de ensino no Maranhão”, destacou Roberto Costa.

O Projeto de Lei nº 217/2014 cria vagas para as seguintes especialidades: Língua Portuguesa, Estrangeira, Matemática, Física, Química, Biologia, História, Geografia, Sociologia, Filosofia, Educação Física e Artes.

Ricardo Murad usou helicóptero também para campanha de Sousa Neto

Do Blog Marrapá

10494609_1479597268984473_3828515829395521378_nO ex-secretário de Saúde Ricardo Murad usou pelo menos duas vezes um helicóptero pago com recursos do governo estadual para participar da campanha do genro Sousa Neto (PTN).

A aeronave de prefixo PP-MRF, fretada para socorrer emergências médicas, se deslocou à principal base eleitoral do então candidato a deputado estadual no dia e hora da inauguração do primeiro comitê dele em Santa Inês.

Na sessão legislativa dessa terça-feira, o deputado estadual Rogério Cafeteira (PSC) denunciou que Murad fugiu com vários contratos da Secretaria de Saúde, por isso a demora na divulgação das auditorias realizadas na pasta.Segundo os mapas de voos da PMR Taxi Aéreo, o helicóptero fez voos entre Coroatá, Santa Inês e São Luís em 9 de agosto de 2014. Na data, Ricardo e a esposa, a prefeita de Coroatá, Teresa Murad, participaram do ato eleitoral do genro-candidato.

“É porque simplesmente um deles é o da PMR justamente. Esse contrato foi tirado, foi surrupiado de dentro da secretaria, assim como outros”, denunciou o líder do governo.

Deputados enaltecem esclarecimentos de Marcos Pacheco na Assembleia

assembleiaOs deputados Stênio Rezende (PRTB), Andrea Murad (PMDB), Raimundo Cutrim (PCdoB), Carlinhos Florencio (PHS), Fernando Furtado e Marco Aurélio (PCdoB) repercutiram, na sessão desta quarta-feira (17), a visita do secretário estadual de Saúde, Marcos Pacheco, ao Legislativo estadual, na tarde de ontem. Durante a audiência pública, o secretário prestou esclarecimentos sobre o trabalho que vem desenvolvendo naquela pasta em todo o Maranhão.

Stênio Rezende, em nome dos membros da Comissão de Saúde, agradeceu a presença de todos os deputados que estiveram naquela audiência, conhecendo um pouco mais da Secretaria de Saúde e, principalmente, do planejamento da pasta para a população do Estado do Maranhão.

“Eu quero parabenizar, inicialmente, o governo do Estado, pois esta Casa sempre viu com muita dificuldade a liberação e a permissão para que os seus auxiliares se deslocassem até aqui para tirar dúvidas. Eu vi não só o governo deixar o secretário bastante à vontade, como já ouvi do governador Flávio Dino dizer que esta Casa tem autonomia e independência para decidir o que for melhor não só para a Assembleia, como para o Maranhão”, afirmou Stênio Rezende.

SITUAÇÃO GRAVE

O deputado Raimundo Cutrim voltou a enfatizar que a situação da saúde do Maranhão, hoje, é gravíssima e vai continuar sendo por vários governos devido a grande estrutura que foi montada sem a mínima condição de funcionamento.

“Foi uma estrutura montada na gestão passada, exclusivamente, para o período eleitoral. O secretário ainda não teve condições de mudar toda estrutura que foi montada. Então, a saúde é gravíssima e não se resolve essa situação em 24 horas”, acentuou Raimundo Cutrim.

O deputado Carlinhos Florencio parabenizou o presidente da Comissão de Saúde, Stênio Rezende, pela condução da audiência que, segundo ele, foi bastante proveitosa.  Ao elogiar os esclarecimentos feitos por Marcos Pacheco, ele afirmou que o secretário tem todas as boas intenções e um planejamento organizado para colocar em prática.

“Eu fiquei muito entusiasmado com as declarações do secretário; nós precisamos melhorar realmente a saúde no Estado e temos, também, que dar um voto de confiança ao governo, que mesmo com tão pouco tempo, já está agindo, principalmente, com planejamento”, argumentou Florêncio.

Fernando Furtado, ao elogiar as explanações feitas por Marcos Pacheco, disse que o secretário falou da saúde de uma forma bastante responsável quando defendeu que tem que ir até a base da saúde da família para evitar a migração das pessoas para determinados locais do Estado, até mesmo hospitais de alta complexidade, média e alta complexidade.

“O secretário está de parabéns. Ele falou com propriedade e deu uma aula para todos nós”, disse o deputado.

O deputado Professor Marco Aurélio parabenizou a Secretaria de Saúde que “está rompendo desafios e se preparando para um novo momento na Saúde do Maranhão”.

Marcos Pacheco: “Maranhão pagar o Piauí para atender seus pacientes é atestado de incompetência”

marcospachecoal

O secretário estadual de Sáude, Marcos Pacheco, esteve na tarde desta terça-feira (17) na Assembleia Legislativa, onde demonstrou os dados da secretaria que recebeu com mais de R$ 150 milhões de restos a pagar. Sobre os recursos destinados a Caxias, que a deputada Andrea Murad tanto reclamou, Pacheco afirmou que é justamente um investimento que terá que ser feito para acabar com uma vergonha para o estado.

“Precisamos criar uma barreira assistencial com reforço em Timon e em Caxias, independente de quem seja o prefeito. É preciso parar de ter maranhenses atendidos em Teresina para que ao invés de aplicarmos os recursos aqui em nosso estado tenhamos que mandar para outro. Passar os recursos para o Piauí é assinar um atestado de incompetência”, afirmou.

Terceirizados em dia

A deputada Andrea Murad voltou a dizer que a secretaria estaria atrasando salários dos funcionários terceirizados, salários que ficaram atrasados pela gestão do pai da deputada e tentou fazer alarde de risco de greve. “Não há nenhum indício de greve. As folha das OSCIPS estão em dia. Mesmo com dívida milionária e com a folha atrasada pela gestão anterior, regularizamos o pagamento”.

Antedimento das UPAs

O secretário Marcos Pacheco admitiu que hoje as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) estão mais lotadas do que no ano passado. Mas explicou os reais motivos. Além de um momento de saúde complicado, a barragem da gestão anterior aos serviços para pacientes que chegavam em ambulâncias do SAMU, para prejudicar a prefeitura de São Luís, mantendo os Socorrões lotados e as UPAs com uma demanda muito menor. “Estamos em um momento de sazonalidade por conta de uma virose que está grande, e logo vai passar. E o principal é que hoje não fazemos seletividade de demanda. A UPA é aberta e vai continuar a aberta para quem chegar, não importa se em ambulância do SAMU, onde for. Os Socorrões sempre carregaram o excesso de demanda nas costas. Hoje, o hospital Carlos Macieira também tem excesso porque abrimos a todos”, afirmou.

Leite especial

Sobre o risco doo abastecimento de leite especial e os problemas comunicacionais quanto à licitação, Pacheco explicou que o leite que está sendo entregue ainda é saldo de estoque e que houve de fato um erro de digitação quando se comunicou que a licitação seria em um domingo. “Ainda não foi licitada nova empresa. Graças a Deus, tínhamos ainda saldo de entregue, que nos foi entregue e o fornecimento prossegue. este saldo dá pra cerca de 60 dias. Até lá concluímos a licitação emergencial”.

Assembleia aprova Medida Provisória de defesa dos policiais

policiaisA Assembleia Legislativa aprovou nesta segunda-feira (23) aprovou a Medida Provisória n° 185, que garante a defesa dos policiais que responderem a processo em virtude do exercício da profissão.

Votaram contra a medida Edilázio Júnior (PV) e Zé Inácio (PT). Edilázio alegava inconstitucionalidade da medida e queria que contemplasse todos os servidores, ao mesmo tempo em que achava que a MP iria sobrecarregar os procuradores do estado. Uma contradição.

Eduardo Braide (PMN), Cabo Campos (PP), Júnior Verde (PRB), Alexandre Almeida (PTN) e Rogério Cafeteira (PSC) contestaram as alegações e solicitaram a aprovação.

Secretarias criadas

A MP 186 cria a Secretaria de Transparência e Controle do Estado para executar a defesa do patrimônio público, o controle interno, a auditoria pública, a correição, a prevenção e o combate à corrupção, as atividades de ouvidoria e a transparência da gestão no âmbito da administração pública direta ou indireta.

Por último, a Medida 187 cria e organiza estruturalmente a Secretaria de Estado de Agricultura Familiar, que será composta por Administração Superior, Unidades de Assessoramento Direto e Unidade de Suporte Operacional.

 

 

PEN também fecha com Humberto e articula parceria com PSL

Jota Pinto e Chico Carvalho

Jota Pinto e Chico Carvalho

Um dia após liberar os deputados Edison Araújo e Graça Paz para votarem em Humberto Coutinho (PDT) para a presidência da Assembleia Legislativa, o presidente estadual do PSL, vereador Francisco Carvalho, esteve reunido com o principal dirigente do PEN no Maranhão,  deputado Jota Pinto, que também manifestou apoio a Coutinho, destacando que o deputado eleito pela sigla, Ricardo  Rios, irá ingressar as fileiras dos eleitores do deputado pedetista para a direção do Legislativo Estadual.

Chico Carvalho e Jota Pinto também iniciaram conversações em torno das eleições municipais de 2016, em São Luis e no interior do Estado. Os dois líderes partidários começam a selar um acordo que visa fortalecer PSL e PEN no Estado, principalmente na capital, onde o Partido Ecológico Nacional não tem representante, enquanto o PSL conta com dois vereadores, o próprio Chico Carvalho e Isaías Pereirinha.

Ex-governistas deverão ficar com a 1ª secretaria da Mesa Diretora da Assembleia

Rogério Cafeteira, Eduardo Braide e Stênio Rezende são os mais cotados para a 1ª secretaria na AL

Rogério Cafeteira, Eduardo Braide e Stênio Rezende são os mais cotados para a 1ª secretaria na AL

Na distribuição dos cargos da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa, será garantido aos ex-governistas espaço importante da 1ª secretaria, cargo sempre cobiçado. O virtual presidente Humberto Coutinho (PDT) tem dialogado no sentido de garantir equidade às forças que irão compor a Casa.

Estão cotados para o posto de 1º secretário os deputados Rogério Cafeteira, Eduardo Braide e Stênio Rezende. A Mesa Diretora deverá ser eleita em chapa única encabeçada por Coutinho.

A candidatura do pedetista já conta com a maioria dos ex-governistas e mais a base aliada do governador Flávio Dino e amarra os últimos fios da costura para ser eleito no dia 1º de fevereiro.