Governo empossa novos secretários e diretora do Detran

Solenidade de posse dos novos secretários de estado (1)

O governador Flávio Dino empossou três novos secretários de Estado, em solenidade no Palácio dos Leões, na manhã desta segunda (7). Passam a compor a equipe de governo a advogada Larissa Abdalla Brito, na diretoria do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MA); Felipe Camarão, na pasta da Educação; e Antônio Nunes, na Secretaria de Governo. Os gestores têm a missão de dar continuidade aos programas de Governo, fortalecendo as ações estratégicas e políticas públicas.

O potencial de gestão dos novos secretários foi pontuado pelo governador. Ele agradeceu o empenho dos antigos titulares das pastas e destacou ser este um processo em curso desde o início de sua gestão, com fins ao aprimoramento e qualificação das ações do Governo. “Presto todo o agradecimento aos que estiveram conosco e puderam contribuir com a gestão nesse período e tenho a satisfação em poder incorporar estes nomes à equipe de Governo. Este momento de posse mostra o espírito que precisamos ter, que é de união de mulheres e homens para enfrentarmos os problemas e chegar ao êxito das missões”, reiterou o governador.

A advogada Larissa Abdalla Brito ressaltou o simbolismo que envolve a posse no novo cargo. Ela é a primeira mulher a assumir o comando do Detran e se disse lisonjeada e surpresa com o convite. “Estamos às vésperas do Dia Internacional da Mulher fortalecendo ainda mais o simbolismo desta data. Fiquei surpresa e aceitei pelo desafio que representa, apesar da imensa responsabilidade que agrega o cargo. Por essa oportunidade me sinto representando a competência e o profissionalismo de todas as mulheres”, disse.

Ela destacou o prosseguimento ao trabalho da gestão anterior. “Todos os projetos e medidas exitosas que vinham sendo realizadas serão mantidos e o que puder ser melhorado e ampliado, será. Assumo esse cargo tendo como pensamento o empenho e a dedicação incessante com fins a alcançar o êxito”, concluiu. Larissa Brito tem vasto conhecimento na área, estando há 22 anos militando no setor e exerce ainda função de conselheira Estadual de Trânsito há 15 anos. Ela assume em lugar de Antônio Nunes.

Ao dar posse a Felipe Camarão, que deixou a Secretaria de Governo para assumir a Educação, o governador Flávio Dino ressaltou “a firmeza de propósitos na busca pelos resultados” como norte à sua escolha.

Edivaldo empossa novos secretários de Educação, Comunicação e IPAM

edivaldonovossecretarios

Maria José (IPAM), prefeito Edivaldo, Moacir Feitosa (Educação) e Conceição Castro (Comunicação)

Como o Blog antecipou em primeira mãos ainda em setembro do ano passado e cravou novamente há duas semanas, o prefeito Edivaldo antecipou as saídas dos secretários municipais Batista Matos (Comunicação), Raimundo Penha (Instituto da Previdência) e Geraldo Castro (Educação), que irão concorrer nas eleições de outubro deste ano.

Acabam de assumir as pastas os novos titulares. Conceição Castro, que era adjunta, passa a ser a secretária de Comunicação do município. O IPAM passa a ser presidido pela advogada e pedetista Maria José, da Escola de Governo. Moacir Feitosa volta a chefiar a secretaria de Educação.

Através das redes sociais, o prefeito agradeceu a contribuição dos secretários que deixam as pastas e desejou sucesso aos novos titulares, “tendo como meta o compromisso de fazer sempre o melhor por nossa cidade e população”.

Compromisso com a informação

Quando este Blog com exclusividade anunciou as mudanças, foi acusado pelos secretários de estar “conspirando” por suas quedas. Mas, novamente, mostra que neste espaço a prioridade é para a informação correta, independente dos interesses de “A” ou “B”. Por isso trabalha com apuração criteriosa e com as fontes mais confiáveis dentro dos círculos do poder. Compromisso comprovado com a efetivação das mudanças que os leitores foram informados há mais de cinco meses.

Ações do Detran-MA reduzem número de acidentes de trânsito este ano

Lei SecaDe janeiro a setembro deste ano caiu em 22% o volume de indenizações pagas por mortes no trânsito no Maranhão, em relação ao mesmo período do ano passado. Foi a segunda maior redução ocorrida entre os nove estados do Nordeste, ficando abaixo apenas da taxa registrada em Sergipe, que apresentou uma queda de 32,09%. A redução de indenizações por mortes no trânsito no Maranhão superou, inclusive, a queda de 17,48% verificada na região Nordeste.

Os números foram apresentados esta semana pela Seguradora Líder, empresa responsável pela gestão do DPVAT, seguro obrigatório pago a vítimas de acidentes de trânsito ocorridos em todo o país.

De acordo com o mesmo levantamento, no Brasil, o total de indenizações por mortes no trânsito, pagas de janeiro a setembro deste ano, caiu 17% em relação ao ano passado. O Maranhão, comparativamente, registrou assim uma redução bem maior que a média nacional.

“Este balanço do seguro DPVAT relativo a este ano, ainda que seja parcial, é o reflexo na prática da política de segurança pública implantada a partir de janeiro pelo governo Flávio Dino, especialmente a política voltada para a prevenção de acidentes de trânsito”, aponta o Diretor Geral do Detran-MA, Antonio Nunes. Para Antonio Nunes, o fortalecimento das campanhas educativas de trânsito e das operações de fiscalização da Lei Seca, tanto na capital quanto nas cidades do interior maranhense, é um dos principais fatores responsáveis pelo recuo das indenizações pagas a vítimas de acidentes no Maranhão.

Segundo dados da Coordenação de Educação para o Trânsito do Detran-MA, de janeiro a novembro deste ano, o órgão desencadeou 111 operações (39 em São Luís e 72 no interior) de fiscalização da Lei Seca, em parceria com a Companhia de Polícia Rodoviária Independente(CPRV Ind.) e Secretarias municipais de trânsito. Em 2014, ao longo de todo ano, apenas oito operações semelhantes foram realizadas pelo governo passado.

Nas operações Lei Seca realizadas este ano, mais de 10 mil veículos, entre carros e motos, foram abordados. Paralelamente, as ações de fiscalização abordaram também mais de 11 mil pessoas. Ao todo, as blitzen da Lei Seca passaram este ano por 37 cidades maranhenses. À exceção de São Luís e São José de Ribamar, todos os outros 35 municípios nunca haviam recebido operação de fiscalização com a estrutura atual.

Fiscalização e Educação

As blitzen da Lei Seca no Maranhão não se restringem às fiscalizações. Em paralelo ao trabalho feito por policiais militares e agentes municipais de trânsito, equipes de educação do Detran-MA, durante as operações, abordam os motoristas, entregando a eles e aos passageiros, folhetos educativos com os mais diversos temas relacionados à prevenção de acidentes de trânsito.

O Detran-MA tem buscado também a adesão de entidades públicas e privadas ao trabalho preventivo de acidentes de trânsito, a fim de potencializar a conscientização de condutores sobre os riscos da combinação álcool e direção.Ministério Público, Polícias Militar e Rodoviária, Secretaria de Estado da Saúde, Maçonaria, Prefeituras municipais são algumas das instituições parceiras na realização das blitzen de fiscalização e educação para o trânsito, coordenadas pelo governo do Estado.

“É essa combinação entre fiscalização efetiva e educação para o trânsito a grande responsável pela redução significativa de acidentes, destacada nesse balanço de indenizações pagas este ano pelo DPVAT”, avalia o diretor do Detran-MA, Antonio Nunes. “Estes números sinalizam que estamos na direção certa”, finaliza.

Assinada ordem de serviço para a reforma de 61 escolas

Foto2_KGE - Reforma escolas MaranhãoO governador Flávio Dino assinou nesta terça-feira (17) a ordem de serviço que prevê, nesta primeira etapa, intervenções estruturais em escolas de 39 cidades do estado. Ao todo, o Governo do Estado investe mais de R$ 98 milhões nesta etapa.

O governador ressaltou a importância do espaço escolar como um importante equipamento para o presente e para as futuras gerações. “A qualificação e valorização dos professores, o ensino de qualidade e uma estrutura adequada são pilares essenciais para o aprendizado”, afirmou Flávio Dino.

Na educação, o Governo do Estado investe em programas que vão desde a Educação Infantil até o Ensino Superior, como o programa ‘Escola Digna’ – que visa substituir escolas de barro por prédios de alvenaria –, a criação dos Institutos de Educação do Maranhão (Ensino Profissional), a implantação dos Núcleos de Educação Integral e a ampliação dos campi da Uema nos municípios maranhenses.

Até o dia 30 de janeiro as obras da primeira etapa serão concluídas e outras escolas passarão a integrar o cronograma previsto para a etapa seguinte de intervenções estruturais.

A Secretaria de Estado da Infraestrutura (Sinfra), na primeira etapa, fará intervenções nos seguintes municípios: São Luís, Bacabal, Lago da Pedra, Zé Doca, Santa Inês, São Mateus, Igarapé do Meio, Pinheiro, Matinha, São Bento, Cândido Mendes, Alcântara, Carutapera, Bacurituba, Vitória do Mearim, Tutoia, Chapadinha, Itapecuru-Mirim, Belágua, Tuntum, Gonçalves Dias, Açailândia, Balsas, Riachão, Imperatriz, Porto Franco, João Lisboa, Gov. Edson Lobão, Presidente Dutra, Coroatá, Timbiras, Timon, Caxias, Peritoró, Icatu, Morros, Rosário, Axixá e São José de Ribamar.

Grande concurso para professores e eleição direta pra diretor: isso é mudança

educaçãoAções factíveis, sem grandes custos, mas com vontade política de verdade são capazes de mudar a educação. E com mudança na educação se muda a realidade de um estado de grandes desigualdades como o Maranhão. Duas ações começam a se concretizaram de forma mais intensa nesta semana e tiveram reconhecimento de personalidades do país. O lançamento do edital do concurso para professores do estado e a eleição de novos diretores para as escolas da rede estadual de ensino são atitudes que darão grande impacto na educação e no futuro do Maranhão.

O concurso para novos professores com ótimo salário é uma revolução no sentido de ter mais profissional para atender à demanda reprimida da população e motivados financeiramente. Do Rio de Janeiro, a professora Dulce Moura enalteceu a iniciativa do Governador Flavio Dino através das redes sociais. “Sou professora das redes públicas do Rio de Janeiro. Estamos longe desse piso inicial. Parabéns ao Maranhão!”, disse.

Da visão dos professores, muitos candidatos podem reclamar porque o concurso não permite a escolha do município para que cada um atue em seu município. mas é aí que está a mudança em favor dos que mais precisam.

O Maranhão está passando por uma transformação para tirar os municípios mais pobres da atual situação. É um pequeno sacrifício para os novos professores começarem atuando no interior, mas é preciso levar educação de qualidade com professores de alto nível justamente para estes municípios. Por isso, um salário condizente com carga horária de 40 horas.

Isto me faz lembrar que no início do governo Flávio, muitos aliados o questionaram o governador por fazer estradas e pontes que ligam pequenos municípios e povoados. “Com este dinheiro, poderia fazer o viaduto da Forquilha que é visível a muita mais gente e dá muito mais votos”, argumentavam. E Flávio retrucou: “de fato, eu ganharia muito mais votos. Mas se ninguém começar agora, nunca vamos acabar com a miséria do Maranhão”. E este o novo momento do estado vive. Um pouco de doação de todos para que o Maranhão possa sair do estado de miséria.

A outra ação que muda muito a escola pública do Maranhão é a eleição direta para diretores. Antes, os diretores eram indicados políticos, apadrinhados de deputados, desembargadores, secretários. Assim, a preocupação inicial do diretor era ser cabo eleitoral e depois pensar na educação. E pior, era indicado de acordo co sua capacidade eleitoral e não gerencial-pedagógica.

Agora, além de passar por eleição direta e ser um representante da comunidade escolar, os gestores passam por formação continuada e exame de certificação, por prova escrita. Serão diretores sem as amarras políticas e com capacitação suficiente para gerir a nova escola estadual.

Estes são apenas dois exemplos do novo momento da área em que o Maranhão mais precisa avançar. Associados ao programa Escola Digna, alfabetização de adultos e Bolsa Escola a mudança acontece.

Atenção estudantes! amanhã tem “Aulão do ENEM”

aulao

Centenas de alunos estão participando dos “Aulões do ENEM”, a ação faz parte do Programa Pré-Universitário (PreUNI), uma iniciativa do Governo do Estado para garantir aos estudantes maranhenses de baixa renda a oportunidade de se preparar melhor para o Exame Nacional do Ensino Médio. As aulas acontecem sempre aos domingos, a partir das 8 horas da manhã, no Ginásio do Centro Experimental de Ensino Médio Colégio Maranhense Marcelino Champagnat (antigo Marista), no Centro.

Já aconteceram dois “Aulões”, no primeiro encontro os alunos tiveram a oportunidade de participar de uma mega revisão na área de Ciências Humanas, que englobou as disciplinas Filosofia, Sociologia, História e Geografia. No segundo “Aulão do ENEM” os alunos tiveram aulas da área das Ciências da Natureza e suas Tecnologias, que engloba as disciplinas Física, Química, Biologia.

No Aulão do ENEM de amanhã, no Colégio Marista, será trabalhada a área de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias com as disciplinas de Literatura, Gramática, Interpretação de Texto e Arte. Na Megarevisão que acontecerá na quadra do Centro Social e Educacional São José Operário serão contempladas as áreas: Linguagens, Ciências Humanas, Geopolítica e Biologia. Nos dois locais as aulas acontecem das 8h às 11h e das 13h às 16h.

PARCERIA

A Assembleia Legislativa e a Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) assinaram Termo de Cooperação Técnica para a transmissão, via TV Assembleia, dos aulões presenciais do PreUNI. Durante todos os domingos em que as revisões acontecerão em São Luís, a TV Assembleia transmitirá ao vivo todas as aulas, a partir das 8h.

A transmissão inclui ainda tradução simultânea em Libras, o que garantirá a acessibilidade do conteúdo a todos os estudantes.

As aulas podem ser acompanhadas pelos canais da TV Assembleia (canal aberto digital 51.2 ou canal 17, na TVN) ou, ainda, pelo Portal www.al.ma.leg.br. Além disso, todo o conteúdo estará disponível posteriormente para download no site da Secti (www.secti.ma.gov.br).

Outra novidade para os estudantes é que, após as transmissões ao vivo, a TV Assembleia irá dividir cada aula por disciplina, que serão reexibidas durante a semana dentro da programação do canal, o que permitirá aos alunos revisar mais uma vez todo o conteúdo.

 

 

 

Ampla campanha educativa para motoristas e pedestres durante a Semana de Trânsito

Foto 2 - Detran - campanha no trânsitoCaminhadas, palestras em escolas, passeios ciclísticos, blitzen educativas e também fiscalizatórias. O Governo do Estado, em parceria com prefeituras e outras entidades, utilizou todas essas estratégias durante a semana para chamar a atenção da sociedade para as questões relacionadas ao trânsito.  As atividades, encerradas na sexta-feira (25), fizeram parte da Semana Nacional do Trânsito (SNT) no Maranhão.

O Departamento Estadual de Trânsito do Maranhão (Detran) realizou, no período de 18 a 25,  uma série de ações educativas na capital e no interior do estado, abordando o tema “Seja você a mudança no trânsito”. O objetivo comum entre as ações foi incentivar boas práticas aos condutores e pedestres, conscientizando-os sobre a importância da valorização da vida e das leis de trânsito.

As atividades contaram com a participação de equipes do Detran-MA; Conselho Estadual de Trânsito (Cetran-MA); Secretarias de Estado de Saúde, Educação e de Segurança Pública; Polícias Militar do Maranhão e Rodoviária Federal; Corpo de Bombeiros; Maçonaria; Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte (SMTT); Ciretrans;  entre outras entidades.

“A integração inédita de todas as entidades ligadas ao setor de trânsito, incluindo instituições públicas e a sociedade, sem dúvida, foi a maior conquista da Semana de Trânsito deste ano no Maranhão”, destaca o diretor geral do Detran-MA, Antonio Nunes. “Com essa multiplicação de esforços, potencializamos nossa missão cotidiana de preservar vidas”, acrescenta.

Ações educativas

Foto 3 - Detran - campanha no trânsitoA Semana Nacional de Trânsito teve início, na sexta-feira (18), com uma Caminhada pela Paz no Trânsito pelas ruas do Centro Histórico da capital. No mesmo fim de semana, o Detran realizou blitzen educativas em parceria com entidades e empresas ligadas ao trânsito em duas importantes avenidas de São Luís.

Equipes abordaram dezenas de condutores e entregaram panfletos educativos, ofereceram brindes e serviços emergenciais, como a troca de faróis queimados de carros e motocicletas que passavam pelo local. Durante o domingo (20), um passeio ciclístico reuniu cerca de 400 pessoas e na segunda-feira (21), foram realizadas palestras educativas em escolas da rede pública e privada da capital.

No interior do Estado, as ações de mobilização da Semana Nacional de Trânsito ficaram a cargo das 15 Circunscrições Estaduais de Trânsito (Ciretrans). Em Pedreiras, São João dos Patos, Timon, Pastos Bons, Nova Iorque, Sucupira, Passagem Franca, Paraibano, Barão de Grajaú, Imperatriz, Açailândia, Balsas, as equipes das Ciretrans, com apoio das prefeituras, promoveram palestras educativas em escolas, caminhadas, passeios ciclísticos, distribuíram panfletos e inúmeras atividades com intuito de conscientizar a população sobre a importância de um trânsito seguro e responsável.

Incentivo aos motociclistas

A Semana Nacional de Trânsito, também, foi marcada pela conquista de novos benefícios a quem utiliza motos para trabalhar. Na quinta-feira (24), Dia do Mototaxista, o Governo do Estado, por meio do Detran, assinou um contrato de cooperação técnica com o Sest/Senat, para a realização de novas turmas do curso de capacitação obrigatória para mototaxistas e motofretistas.

Serão oferecidas 1000 vagas gratuitas para o curso, distribuídas entre motociclistas profissionais de São Luís, Pinheiro, Caxias, Santa Inês, Balsas, Presidente Dutra, Grajaú e Chapadinha. Por meio da UemaNET, as aulas do curso serão gravadas e distribuídas via internet. Também foi assinado um convênio entre o Detran-MA e os Centros de Formação de Condutores, concedendo descontos de 25 a 50% nos cursos teóricos e práticos para obtenção da CNH para mototaxistas sindicalizados.

A Semana Nacional do Trânsito 2015 no Maranhão foi encerrada na sexta-feira (25), com uma blitz educativa na BR-135, entrada de São Luís, e com uma palestra educativa ministrada aos servidores do Detran-MA, na sede do órgão na capital.

Governo tem combatido o histórico problema do analfabetismo no Maranhão

educacaoPara superar os índices de analfabetismo e baixo aprendizado no Maranhão, o Governo do Estado deu início desde o mês de janeiro a uma série de ações articuladas pela Secretaria de Estado da Educação. Investimentos realizados para a correção da distorção do fluxo escolar, aplicação do método “Sim, eu posso” e implementação do Plano Brasil Alfabetizado fazem parte do novo dia-a-dia do sistema educacional do Estado.

Os problemas históricos da educação estadual são enfrentados desde o primeiro dia de governo, com investimentos destinados desde a Educação Infantil até o Ensino Superior e Técnico, com a formação de professores, criação dos programas ‘Escola Digna’ e do ‘Mais Bolsa Família Escola’, que criam condições para reverter os índices alarmantes encontrados pela atual gestão.

O ‘Mais Bolsa Família Escola’, por exemplo, é um benefício voltado para a compra de material de uso escolar, que atenderá 1.476.000 alunos com idade entre 04 e 17 anos, o que significa aplicação de R$ 72 milhões, por ano, feitos pelo Governo do Estado com recursos próprios.

Serão investidos mais de R$ 600 milhões na construção e reforma de escolas em todo o Maranhão, no que é o maior programa estrutural educacional da história do Estado. O programa ‘Escola Digna’ destinará esse orçamento para substituir as escolas de taipa por prédios de alvenaria, nos municípios com menor IDH do estado.

Alfabetizar: “Sim, eu posso”

Com o Programa ‘Sim eu Posso’, o Governo investe R$ 15 milhões em organização de turmas e formação de alfabetizadores para reduzir o analfabetismo entre jovens, adultos e idosos nos municípios com o menor IDH do Maranhão.

O programa tem como meta alfabetizar mais de 15 mil pessoas em oito municípios que apresentam baixo Índice de Desenvolvimento Humano do estado. A Secretaria de Educação já atua nos municípios de Jenipapo dosVieiras, Itaipava do Grajaú, Aldeias Altas, Água Doce do Maranhão, Governador Newton Belo, Santana do Maranhão, São João do Caru e São Raimundo do Doca Bezerra.

Programa Brasil Alfabetizado

O Programa Brasil Alfabetizado (PBA) tem como meta reduzir o índice de analfabetismo entre jovens, adultos e idosos no Maranhão. Em plena atuação, o PBA está presente em 106 municípios do estado, atendendo 45 mil alunos, com 5.900 turmas comandadas por mais de 5 mil alfabetizadores.

Através de atividades pedagógicas, dos investimentos em formação inicial e continuada para os alfabetizadores e da matrícula dos alunos nas turmas de Educação de Jovens e Adultos (EJA), o Programa receberá investimento de mais de R$ 43 milhões, do Governo Federal e Estadual para fortalecer as políticas de alfabetização de Jovens e Adultos no Maranhão.

Correção idade/série

No Maranhão, 25% dos estudantes, apresentam distorção idade/série, de até dois anos. São crianças que deveriam cursar a série específica para a sua idade, mas que ainda estão em séries anteriores. A meta do Governo do Estado é garantir a alfabetização de alunos que não conseguiram se alfabetizar na idade correta.

Com o ‘Programa Alfabetiza Maranhão’, o Governo do Estado leva assessoria técnica a professores e coordenadores em Educação dos municípios maranhenses. Na primeira etapa, 223 professores participam de formação continuada específica para práticas de leitura, escrita e Matemática, beneficiando estudantes em 57 municípios.

O Estado também atua em parceria com o Governo Federal no Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (PNAIC), com formação de professores de escolas estaduais. A Secretaria de Educação encaminhou orientações para as escolas, no início do ano letivo, para que professores com experiência em alfabetização assumam as turmas dos três primeiros anos do ensino fundamental.

Política maranhense em notas

Zé Reinaldo e Flávio Dino

flaviozereinaldoQuem tem visitado constantemente o governador Flávio Dino no horário da quentinha é o ex-governador e hoje deputado federal Zé Reinaldo Tavares (PSB). Nesta sexta-feira (10), Zé Reinaldo teve mais uma longa conversa com o governador falando sobre política e conjuntura administrativa. Depois da reunião, o deputado federal viajou para cumprir agenda em Imperatriz.

Nagib Haickel: o salvador

nagibhaickelO ex-secretário estadual de esportes, Joaquim Nagib Haickel, esteve na última quarta-feira (8) na Assembleia Legislativa e passou mal, sendo levado ao hospital UDI às pressas. Felizmente, já está recuperado. Mas um episódio quase passa despercebido. Nagib falou com o pai do prefeito de São Luís, deputado Edivaldo Holanda, e garantiu a Holandão que “salvava” o mandato de Edivaldo filho em três meses se o colocassem na secretaria de Governo. Cuidado Lula Fylho!

Mirante esconde o governador

A TV Mirante, sem poder esconder as ações do governo do estado, tem se especializado em “esconder” o governador. Na pauta de anúncio de 160 mil casas do Minha Casa Minha Vida, com a presença do ministro Gilberto Kassab, a reportagem da Mirante fez de tudo para focar somente no ministro e a repórter inclusive tirou o microfone quando Flávio começou a falar. Mesmo podendo tirar as falas e imagens na edição, é como se dissessem: “estou de castigando”!

Como esperado, PSDB na disputa em São Luís

psdbCom cinco nomes relativamente bem posicionados na disputa e a candidatura a presidente de Aécio Neves, não se poderia imaginar que o PSDB ficaria de fora da disputa em São Luís. Com a garantia do presidente Carlos Brandão de que o partido terá candidato próprio em São Luís, os tucanos agora passarão por uma disputa interna intensa. João Castelo, Neto Evangelista, Pinto Itamaraty, Luís Fernando Silva e Sérgio Frota estão de olho na disputa. Mesmo sendo nome com melhor potencial, Luís Fernando não deverá trocar o certo pelo duvidoso e ser candidato em São José de Ribamar. Com melhor percentual na pesquisa quantitativa, Castelo larga na frente, mas a margem para queda principalmente por sua administração entre 2008 e 2012 o tornam um candidato muito frágil.

Andrea “justifica” barbárie

Ainda que a segurança pública estivesse uma tragédia, nada justifica o nível bárbaro de pessoas agredirem até a morte uma pessoa e expor em praça pública o culpado e condenado à morte como troféu. As pessoas que fizeram são assassinos, crime muito pior do que assalto. E a deputada Andrea Murad ainda acha que a insegurança da população “justifica” a Lei de Talião, afirmando que isso aconteceu pela “revolta” com a insegurança. Quem comete crime não pode estar “revoltado” com crimes e tentar achar qualquer justificativa para a vergonha que o Maranhão passou por ato de um grupo de criminosos é negar o estado democrático de direitos. Se existe justificativa para “Justiça” à margem da Lei, as pessoas podem invadirem gabinetes ou casas e cometer atrocidades contra políticos que consideram corruptos. Não é o caminho para criminosos de colarinho branco, então, também não é para o pobre e negro.

Sensacionalista mostra “reação” a assaltante branco

sensacionalistaO site Sensacionalista, que faz sucesso no país com sátiras ao noticiário, publicou “notícia” em que assaltante branco ao ser amarrado por lojista foi confundido com ativista do Greenpeace e ainda arrancou aplausos e deu autógrafos aos transeuntes. A piada mostra uma situação que certamente aconteceria a um assaltante branco e bem vestido. Confira o link.

Prefeitura garante continuidade de estudos a pacientes em tratamento de hemodiálise

9767_projeto_abcnefro_260615_foto_fabriciocunha_71Uma parceria entre a Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed) e o Hospital Universitário Presidente Dutra, da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), possibilita a pacientes em tratamento de hemodiálise a oportunidade de avançar nos estudos. Jovens, adultos e idosos que ainda não são alfabetizados ou não concluíram o Ensino Fundamental recebem aulas por meio do projeto ABC Nefro. Na última semana, 21 alunos-pacientes concluíram as aulas do primeiro semestre letivo de 2015, realizadas durante as sessões de hemodiálise, em dias alternados.

Embora já aconteça em outros estados brasileiros para turmas de crianças e adolescentes, a iniciativa é pioneira no Brasil para a área de Educação de Jovens e Adultos (EJA). O projeto iniciou em 2013, quando foi formalizada a parceria entre a Prefeitura de São Luís e o Hospital Universitário Presidente Dutra. A iniciativa contribui para universalizar o acesso à Educação e erradicar o analfabetismo na cidade de São Luís – ambas metas previstas no Plano Municipal de Educação (PME) e que já norteiam a política do prefeito Edivaldo para a área educacional.

“Nossos educadores têm trabalhado para garantir um ensino de qualidade aos seus estudantes, mesmo em situações difíceis, como é o caso de um tratamento de saúde prolongado. Agradecemos imensamente o cuidado e o carinho desses professores, cujo trabalho ajuda a promover cidadania, inclusão social e qualidade de vida a cada um que se beneficia dessa iniciativa”, disse o secretário municipal de Educação, Geraldo Castro Sobrinho.

A assistente social Gisele Silva Pereira, coordenadora do projeto ABC Nefro junto ao Hospital Universitário Presidente Dutra, contou que a ideia de promover a escolarização dos pacientes em tratamento já era um anseio antigo da equipe. “Só não sabíamos como iríamos viabilizar isso. Foi então que surgiu a ideia de criarmos a Classe Hospitalar ABC Nefro, trazendo para dentro das salas de hemodiálise professores capacitados”, explicou.

O projeto também ajuda no sucesso do tratamento médico dos pacientes.”Os pacientes vão para casa com receita e medicamentos e, se não têm o domínio da leitura e da escrita, terão dificuldades de reconhecer os nomes dos remédios, os horários e a dosagem certa de casa um”, pontuou Nilsen Maria de Almeida Costa, uma das educadoras da Semed que atua no projeto.

AULAS
A Prefeitura de São Luís fornece material didático e disponibiliza professores da rede municipal para o atendimento nos turnos matutino e vespertino. Para desenvolver o projeto, os educadores que atuam no ABC Nefro participaram de formação, realizada pelo Hospital Universitário, para entender a patologia das doenças renais e as condições físicas e emocionais dos pacientes em tratamento.

O atendimento pedagógico é individualizado, valorizando as experiências familiares, de trabalho e os anseios dos alunos-pacientes em relação à leitura e escrita. As aulas acontecem durante as sessões de hemodiálise, respeitando as condições de saúde e de bem-estar dos estudantes. A alfabetização é centrada no universo vocabular dos alunos, sistematizando suas experiências e buscando ampliar a visão de mundo.