Tal pai, tal filho! Filho de Julinho também tem candidatura barrada pela Justiça

Júlio Filho teve sua candidatura a vereador indeferida

Júlio Filho teve sua candidatura a vereador indeferida

Assim como o pai Júlio Matos, o Julinho (PMDB), que teve sua candidatura a prefeito de São José de Ribamar frustrada pela Justiça Estadual, por ter contas rejeitadas relativas à gestão da Maternidade Benedito Leite, Júlio Filho (PMDB), que pretendia concorrer a uma vaga na Câmara, teve seus planos frustrados pela Justiça Eleitoral.

Foi publicado na tarde deste sábado, dia 03, no Mural Eletrônico da Justiça Eleitoral, o indeferimento do registro da sua candidatura. De acordo com o documento publicado, Júlio Filho (PMDB) foi impedido por irregularidade na prestação de contas das eleições de 2012. A decisão foi da juíza da 47ª Zona Eleitoral, Teresa Cristina de Carvalho Pereira Pereira Mendes.

Já Julinho Matos, o pai, após ter uma liminar derrubada pela desembargadora Ângela Salazar, estaria naturalmente inelegível. Ele conseguiu registrar candidatura e até ficar de fora da lista dos inelegíveis por conta de uma liminar que conseguiu na primeira instância da Justiça. No entanto, após a derrubada da liminar, requerida pela Procuradoria Geral do Estado do Maranhão (PGE-MA) é questão de horas para a Justiça Eleitoral oficializar o impedimento também do pai, o Julinho.

Na última sexta-feira, dia 02, foi protocolado, no Mural Eletrônico da Justiça Eleitoral, intimação para que Julinho apresente alegações a respeito da decisão da Justiça do Estadual, que derrubou a liminar e o tornou inelegível.

Apesar dos sérios problemas com prestação de contas, eleitorais e de gestão, que os dois enfrentam, tanto o pai como o filho continuam fazendo campanha eleitoral, ludibriando o eleitor, assim como já ocorreu em eleições anteriores.

Política maranhense em notas

Dutra entrevistado no Avesso

dutraVale a pena ver o programa Avesso, da TV Guará, nesta terça-feira (1º). O entrevistado é o ex-deputado Domingos Dutra, que é pré-candidato a prefeito de Paço do Lumiar. Dutra fala sobre o que está achando do governo Flávio, com impressões boas ou ruins, mas criticou muito o abrigo que está sendo dado pelos partidos governistas às viúvas da oligarquia. “Na hora que a gente vê partidos como PDT, PSDB que estão sendo refúgio dos ‘rabujos’ da família Sarney, eu recorro novamente ao Jackson: na eleição de 2006 houve uma briga generalizado dos partidos que apoiavam o Jackson, quando chegou na cassação ninguém estava lá pra defender o Jackson”. O programa vai ao ar às 22:45, na TV Guará, canal 23.

Zé Reinaldo é duro contra Rocha

zereinaldorobertoEm artigo publicado no Blog do Waldemar Ter (leia aqui), o deputado federal Zé Reinaldo foi duro contra o senador Roberto Rocha por ele não conhecer a cultura do partido, “um partido de base em sindicatos rurais, em que ninguém manda e tudo é resolvido coletivamente por votação das instâncias partidárias”. Reinaldo também criticou a falta de senso do senador, que mesmo vendo a platéia entusiasmada pedindo Bira candidato a prefeito de São Luís, preferiu lançar-se candidato e por falta de conhecimento da cultura do partido, tomou uma sonora vaia. Quando a Oligarquia apostava em um conluio de Roberto e Zé Reinaldo contra Flávio Dino, o ex-governador vem com um balde de água fria nos planos.

Família Julinho perdida

julinhoO ex-prefeito de Ribamar, Julinho, e seu filho, que concorreu à prefeitura do município em 2012, resolveram se filiar ao PMDB. A estratégia é confrontar o pré-candidato Luís Fernando (PSDB), que hoje é aliado do governador Flávio Dino. Júlio Filho, ainda muito jovem, poderia chegar à prefeitura em breve dentro do grupo. Uma estratégia mais inteligente seria compor com Luís Fernando em uma negociação para apoiar o tucano a outro cargo para que deixe logo a prefeitura e descolar mais da imagem do pai. Agora, Júlio Filho consegue aglutinar em torno de si grandes rejeições: a oligarquia Sarney, a desgaste do pai na cidade e o afastamento do governo Flávio.

Rodrigo Valente aproveita

rodrigovalenteA filiação de Júlio Filho e Julinho foi a desculpa que o ex-secretário de Articulação Política de Roseana Sarney, Rodrigo Valente, esperava para deixar a barca da oligarquia e se reaproximar de Luís Fernando. Valente também ensaiava uma candidatura à prefeitura de Ribamar, mas sem condições de concorrer com o tucano, e com a entrega do PMDB para a família Julinho em Ribamar, se desfiliou do partido e fez juras de amor ao favorito nas eleições ribamarense, afirmando que faz parte do “grande grupo chamado Luís Fernando”. É o besta!

Audiência por antecipação negada 

plenariocamaraA vereadora Rose Sales (sem partido) tentou aprovar uma audiência pública para debater projeto que ainda nem chegou na Câmara Municipal para ser discutido. O projeto que ela queria debater por antecipação diz repeito a mudanças no zoneamento. E mais, a Lei Orgânica do Município já determina a realização de audiência. A proposta ainda está sendo aperfeiçoada e a Procuradoria do município vem realizando audiências. Quando chegar na Câmara, o Legislativo fará sua audiência como determina a Lei. Claro que como não dá pra debater projeto que não existe apenas para holofotes a um parlamentar, a Câmara rejeitou a proposta.

Corte Eleitoral terá novo membro

joseeulalioA expectativa do meio político é para a escolha do novo membro da Corte Eleitoral. O juiz José Eulálio se despediu do TRE-MA nesta terça-feira (1º). O Tribunal de Justiça deve fazer a eleição do novo membro já na sessão desta quarta-feira (2). O novo membro participará diretamente das decisões das eleições do ano que vem. Outros três membros da atual Corte não atuarão mais no próximo pleito. O atual presidente Guerreiro Júnior sai em dezembro deste ano junto com a juíza Alice Rocha. Já o juiz federal Clodomir Reis deixa a Corte em março do ano que vem.