Eleição para conselheiro tutelar é marcada por tumultos

conselho

Tumulto durante votação para Conselheiro Tutelar

As eleições para novos conselheiros tutelares na capital foram marcadas por denúncias de muita confusão, falta de organização, violência e vandalismo. Em alguns colégios eleitorais a segurança foi insuficiente e eleitores foram impedidos de votarpor que o nome não constava na lista.
Segundo denúncias, em algumas áreas onde existem polos do Conselho Tutelar Municipal, os nomes de eleitores não constavam na lista de quem desejava votar. Muitas pessoas assinaram seus nomes numa ata, sem terem o voto registrado.
Foram registrados tumultos nos bairros da Cidade Operária, Alemanha, Cohatrac e na Zona Rural – onde, segundo denúncias, houve tentativa de assalto, intimidação e vandalismo. O voto está foi feito em cédulas de papel sem nada para garantir a privacidade dos eleitores ou impedir a adulteração dos resultados.
231 candidatos se inscreveram para concorrer a cinco vagas em cada uma das dez áreas na capital, destes cerca de 220 estão considerados aptos a participar da eleição. Em São Luís temos 10 áreas de atuação, totalizando 50 para as seguinte regiões: Itaqui-Bacanga; Alemanha/Centro; Coroadinho/ João Paulo; Cidade Operária/Cidade Olímpica; Vila Luizão/Turu, Zona Rural; São Cristóvão/São Raimundo e nas áreas que serão implantados conselho no próximo ano: Cohab-Cohatrac; Anil-Bequimão e São Francisco-Cohama.

Uma ideia sobre “Eleição para conselheiro tutelar é marcada por tumultos

  1. algumas providencias tem que ser tomadas, pra começar o erro veio desda seleção dos andidatos.
    que no estatuto diz que precisa ter media 7 pra ser aprovado e concorrer ao cargo.
    tem candidato que nao passou na prova e recorreu e teve direito de participar, então botaram qualquer pessoa pra participar “disso”.
    no dia da eleição teve escola que começou a eleição ás 10:30hs em uma eleição que era pra ter começado as 9h.
    Teve candidato que estava colando cartaz nas paredes (o que tbm é proibido)/ temos fotos!
    Teve vereador comprando voto no bairro de fatima por R$50,00 pra sua candidata.
    teve candidato no bairro da coreia de cima que fez festa o dia inteiro e ainda pagou R$ 20,00 no voto. O mesmo candidato teve apoio da Deputada Ana do Gas, o mesmo candidato não saiu de cima das pessoas que iam votar, tentando obrigar as pessoas a votarem nele.
    Uma eleição sem nenhum fiscalização e sem algum respeito.
    Se tornou uma campanha sujo e partidaria!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *