Em entrevista à CNN Brasil, Carlos Lula alerta sobre a necessidade de vacinar rapidamente a população brasileira

Na segunda-feira (21), o presidente do Conselho Nacional de Secretários de Saúde e titular da Saúde no Maranhão, Carlos Lula, em entrevista à CNN Brasil, falou quanto a meta firmada pelo Ministério da Saúde sobre a vacinação de adultos com mais de 18 anos até o fim de 2021.

“Esperamos que esse ritmo acelere daqui para frente. Desde meados de fevereiro nós tínhamos uma estimativa que de fato a vacinação no país acelerasse a partir de julho porque era quando acreditávamos que as maiores nações já teriam vacinado sua população e, portanto, teria no mercado mais vacinas para o mundo inteiro”, alertou o presidente do Conass, Carlos Lula.

Sobre a meta de imunizar os adultos com mais de 18 anos até o final do ano, Carlos Lula disparou: “É uma meta ousada, mas desejada por todos nós. A gente tem feito esforços junto com o Ministério da Saúde para conseguir atingir [a meta] até o final do ano”.

Carlos Lula disse ainda que “O número de casos e óbitos está aumentando. Isso implica na necessidade de vacinar rapidamente e continuar mantendo as medidas de contenção”.

Mais de 500 mil óbitos

Em 19 de junho deste ano, o Brasil atingiu a marca de mais de 500 mil vítimas fatais da Covid-19, sendo mais de 300 mil somente nos últimos cinco meses. Em nota, o Conass disse que “É urgente ainda que a gestão federal do SUS fortaleça o pacto federativo e volte a assumir o importante papel de coordenador do sistema. Além disso, discussões sobre a modernização do sistema de saúde, quando necessárias, devem ser amplas, envolvendo governos federal, estaduais e municipais e representantes da sociedade”.

Câmara de São Luís prorroga suspensão das atividades presenciais

A Câmara Municipal de São Luís prorrogou a suspensão das atividades presenciais até a próxima sexta-feira, 25, com o intuito de evitar a propagação do coronavírus entre os vereadores e servidores da casa legislativa. Durante o período da suspensão, as sessões serão realizadas por meio do Sistema de Deliberação Remota.

A medida está presente na Resolução Administrativa nº 15/2021, divulgada pelo presidente da Câmara de Vereadores, Osmar Filho (PDT), no último dia 18.

De acordo com a resolução, ficam suspensas atividades administrativas, serviços legislativos, inclusive reuniões das Comissões Permanentes, e as sessões presenciais na Câmara Municipal de São Luís.

Ainda segundo a resolução, as outras atividades também deverão ser desenvolvidas remotamente, por meio do home office, já os serviços considerados essenciais para o funcionamento e manutenção da Câmara de Vereadores de São Luís, poderão funcionar na forma presencial.

Comissão da Assembleia Legislativa convida secretários de saúde para prestar esclarecimentos sobre vacinas

A Comissão de Assuntos Municipais e Desenvolvimento Regional da Assembleia Legislativa aprovou convite aos secretários municipal e estadual de Saúde, para participarem de audiência sobre a distribuição do imunizante para o COVID-19. A audiência acontecerá na próxima quarta-feira (23), às 15h, de forma remota.

O objetivo, segundo o presidente da Comissão, deputado estadual Neto Evangelista (DEM), é para esclarecer manifestações públicas que ganharam, na última semana, ampla repercussão na imprensa local, que acusam o Estado de reter vacinas destinadas ao município de São Luís, conforme declaração do secretário municipal de Saúde da capital, Joel Nunes, fato este contestado pelo secretário estadual de Saúde, Carlos Lula.

Para Evangelista é preciso esclarecimentos urgentes uma vez que o cenário da pandemia continua preocupante. “É um cenário de incertezas onde a ocupação de leitos de UTI se mantém alta e a única forma de nos livrarmos desse vírus é com a vacinação em massa”, concluiu Neto Evangelista.

São Luís inicia vacinação contra a Covid-19 de pessoas com 19 anos

A Prefeitura de São Luís inicia a vacinação contra a Covid-19 de pessoas com 19 anos nesta segunda-feira e de 18 anos nesta terça-feira.

“Novinhos e novinhas: o date de vocês é com a vacina”, disse o gestor.

Ele lembra que, pela manhã, são nascidos de janeiro a junho e à tarde são nascidos de julho a dezembro.

O mutirão faz parte das estratégias definidas pela Prefeitura no Plano Municipal de Vacinação para garantir cobertura vacinal ampla e rápida à população.

Flávio Dino marca reunião com presidente nacional do PDT

O Governador do Maranhão, Flávio Dino deixou o PCdoB e decidiu se filiar ao PSB. Em entrevista ao GLOBO, disse que tomou a decisão por dois motivos. O primeiro, eleitoral, já que mudanças na legislação dificultaram a vida dos partidos pequenos, que terão menos recursos e exposição na mídia. Entusiasta da candidatura de Lula, Dino diz que a outra motivação é que, estando numa legenda maior, poderá trabalhar mais pela união da esquerda na eleição de 2022. Outro político que recentemente anunciou sua filiação ao PSB foi Marcelo Freixo; ele deixou o PSOL após 16 anos.

O GLOBO: Por que o senhor decidiu se filiar ao PSB?

Flávio Dino: Em primeiro lugar, fatores atinentes à legislação eleitoral. Tivemos regime novo de organização dos partidos que conduz a enxugamento de legendas, sobretudo com a cláusula de barreira e fim das coligações. Considero esse enxugamento irreversível. E pode se dar de vários modos, inclusive com a chamada federação, que ainda depende de votação no Congresso. O outro fator é que, já há algum tempo, defendo que haja união de partidos da esquerda. E acho que minha migração vai nessa direção. Considero que o PSB, neste momento, tem condição de ser polo aglutinador de outros partidos para ser frente política capaz de ajudar a derrotar Bolsonaro. Então, em primeiro lugar, tem o vetor legal; em segundo, o vetor político.

O senhor é próximo de Lula, assim como Freixo, que também vai se filiar ao PSB. Isso indica que o partido, que se distanciou do petista nos últimos anos, está se reaproximando de Lula e estará com ele em 2022?

O PSB integrou o campo liderado pelo ex-presidente Lula desde 1989. Quando Lula foi candidato a primeira vez, o vice foi indicado pelo PSB, o então senador Bisol. Essa relação vem de longa data. Houve um distanciamento recente, mas acredito que isso já está superado. A minha presença e a do Freixo ajudam na intensificação desse diálogo, porque o ex-presidente Lula é figura imprescindível para o campo da esquerda no Brasil.

Como avalia a frente de alguns partidos de centro que pregam ‘nem Lula nem Bolsonaro’ em 2022?

Por enquanto, não há esse espaço. Pode ser que surja com a eventual perda de força do Bolsonaro. Só acredito numa alternativa do centro se houver enfraquecimento do Bolsonaro. Se não ocorrer, é difícil romper a chamada polarização. Se a eleição fosse hoje, essa terceira via não teria espaço. Mas, como brasileiro, torço para que essa alternativa se viabilize com partidos mais ao centro.

Acredita que parte do centro caminhará com Lula?

Minha ida ao PSB tem esse objetivo, de sinalizar abertura bem ampla de diálogo a partir da esquerda. Uma esquerda que defende sua identidade, suas posições, mas não é fechada para alianças mais ao centro. Pretendo ajudar nessa interlocução. Nosso companheiro Marcelo Freixo tem objetivo de liderar frente forte e ampla para derrotar o bolsonarismo no seu berço, o Rio. Esse fortalecimento do PSB tem incidência no debate nacional e em vários estados.

Seu foco continua sendo o Senado em 2022?

Esse é o plano principal. Outras possibilidades são especuladas.

Ser vice de Lula é uma delas?

Sempre se fala nisso, mas considero que vice é uma escolha do titular. Não cabe a mim.

O senhor tem ótima relação com Ciro Gomes (PDT). Como avalia as contundentes críticas dele a Lula e ao PT?

Insisto que o lulismo e o trabalhismo são vertentes imprescindíveis. Então defendo que, mesmo mantidas as diferentes candidaturas, não haja beligerância. Se ficar muito aceso esse tipo de contenda, dificulta união em palanques estaduais. Dificulta também uma aliança no segundo turno, como vimos em 2018. Acho que a postura belicosa atrapalha e espero revisão desse tipo de atitude, sem prejuízo da manutenção de diferentes candidaturas.

O senhor vai pedir que Ciro Gomes modere o discurso?

Hoje conversei com o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi. Combinamos um encontro para o mês que vem. Em razão dessa ótima relação que tenho com o PDT, espero ajudar na melhor organização do nosso campo para que não percamos foco naquilo que é central. Vou tentar quebrar essa beligerância.

Ciro vai participar dessa reunião no mês que vem?

Marquei foi com Lupi, mas espero que Ciro participe, sim. (O Globo)

Neto Evangelista confirma pré-candidatura a deputado federal

O deputado estadual Neto Evangelista concedeu uma entrevista ao programa Ponto Continuando e falou sobre suas pretensões políticas para 2022.

Neto contou sobre as articulações do último pleito. O parlamentar confirmou que é pré-candidato a deputado federal e disse que a vontade dele é disputar pelo partido Democratas. “Me identifico com a história e as lideranças do partido”, disse Neto Evangelista.

Evangelista avaliou a gestão do Eduardo Braide e se colocou à disposição em ajudar na viabilização de recursos para São Luís. Ele disse que o DEM tem a participação na administração municipal por meio do secretário de Esportes, Ricardo Diniz, que é filiado ao partido.

Neto disse que o partido já declarou apoio a pré-candidatura do senador Weverton ao Governo do Estado em 2022. “O senador Weverton é o nosso pré-candidato ao Governo do Estado. Ele está preparado, sem dúvidas, disparado”, disse Neto ao explicar que é sua posição pessoal.

O deputado estadual acredita no consenso no grupo do Flávio Dino, que detém de diversos pré-candidatos a Governador. Ele avalia que o melhor caminho é a unidade.

“Foi dito em reunião que o nome do grupo a ser escolhido, seria aquele que agregasse mais partidos, aliados, ou seja, os partidos iam ser ouvidos, as lideranças do grupo seriam ouvidas e aquele que tivesse melhores condições, quantitativamente e qualitativamente nas pesquisas para ser o candidato. Inclusive, foi dito pelo Governador. Se isso for cumprido, que não tem porque não ser cumprido, o candidato será Weverton”, disse Neto Evangelista.

Flávio Dino prorroga medidas vigentes até 28 de junho

O Governador do Maranhão, Flávio Dino, concedeu uma coletiva de imprensa sobre o panorama do novo coronavírus no estado.

Dino prorrogou as medidas vigentes até 28 de junho. Os eventos com até 100 pessoas, música ao vivo, realização dos eventos até 23h, a administração pública estadual continua com 50% da capacidade e igrejas com 50% de capacidade continuam.

Ele também fez um balanço da atual situação e das ações realizadas pelo Governo do Estado, entre elas, o Arraial da Vacinação em diversas cidades maranhenses.

Flávio anunciou novas entregas da saúde, com a Policlínica do idoso no dia 30 de junho e o Sorrir de Presidente Dutra no dia 28 de junho.

Flávio Dino anuncia que se filiará ao PSB junto com Freixo

Conforme adiantado pelo blog, o governador do Maranhão, Flávio Dino, anunciou nesta sexta-feira, 18, que se filiará ao PSB na próxima terça-feira, 22.

De acordo com ele, o deputado Marcelo Freixo, que já tinha dito que entraria para o partido, também se juntará oficialmente à sigla na mesma data.

Dino havia comunicado sua saída do PCdoB. Era o último governador da sigla. A tendência é que Dino, ao migrar para o PSB, concorra ao Senado no ano que vem.

Flávio Dino está em seu 2º mandato à frente do governo do Maranhão. Antes, foi deputado federal de 2007 a 2011. Esteve filiado ao PCdoB nos últimos 15 anos.

Entrada de Dino no PSB fortalece o projeto Weverton

Recém desfiliado do PCdoB, o governador do Maranhão, Flávio Dino vai filiar ao Partido Socialista Brasileiro (PSB). A entrada do chefe do executivo estadual na legenda fortalece o projeto político do senador Weverton ao Governo do Estado em 2022.

Vamos aos fatos. O parlamentar tem proximidade com o partido estadual e nacionalmente. No Maranhão, o presidente estadual, Luciano Leitoa é seu aliado de primeira hora e já declarou apoio a sua pré-candidatura ao Governo.

O presidente nacional, Carlos Siqueira também mantém diálogo constante com Weverton. Além disso, o partido do senador, o PDT, tem uma aliança com o PSB em diversos estados. São alianças históricas, inclusive no Maranhão e no Pernambuco, principal reduto da legenda.

Na última eleição, a dobradinha PSB-PDT comemorou a consolidação da parceria. As siglas fizeram dobradinhas em oito capitais. O PSB ficou com Recife e Maceió, e o PDT, com Fortaleza e Aracaju.

Em Recife, a vice do prefeito João Campos é do PDT. Em Maceió, o vice do prefeito João Henrique Caldas é do PDT.

Já na cidade de Fortaleza, o vice do prefeito José Sarto é do PSB e o vice do prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira, também é do PSB.

Fakenews sobre limpeza pública é espalhada por vereadores de Paço do Lumiar

Os vereadores de Paço do Luminar, Miércio Martins e Fernando Feitosa perdem tempo espalhando fakenews invés de trabalhar em prol da população, propondo projetos e indicações na Câmara Municipal de Paço do Lumiar.

Nesta quarta-feira (16), os parlamentares estiveram na UBS Nossa Senhora da Luz, na sede do município, alegando que a Prefeitura da cidade anda descartando lixo hospitalar de maneira indevida.

Os vereadores afirmam, em vídeo que circula nas redes sociais, que a empresa Sellix Ambiental, responsável por fazer a coleta de lixo urbano das vias e logradouros públicos da cidade, estaria também realizando a coleta de lixo hospitalar.

O absurdo foi divulgarem imagens caixas de papelão fechadas e descartadas afirmando possuir lixo hospitalar. No vídeo não se vê qualquer objetivo caracterizado como lixo hospitalar.

Os vereadores comentem o erro de não apurar os fatos e divulgar mentiras. Um fato é que a Prefeitura de Paço do Lumiar possui um contrato com a empresa Maxtec Serviços Gerais e Manutenção Industrial Eireli que presta serviço exclusivo de coleta de resíduos de serviços de saúde (RSS) para atender as necessidades do Fundo Municipal de Saúde e suas Unidades do Município de Paço do Lumiar desde o dia 31 de março deste ano.

A empresa Sellix Ambiental tem prestado o serviço de limpeza pública nas vias urbanas desde 2020 e apenas a competência da limpeza urbana.